Isabel , primeira princesa do Brasil. Seria a nossa princesinha , mas no começo não foi bem assim.

Após um parto traumático , com o pós operatório mais horrível de toda uma vida , chegou em casa a minha pequena.

Risonha , a fofura de cabelos encaracolados virou um verdadeiro Polthergeist aos 2 anos .Matriculada no maternal , todo dia vinha uma queixa de agressão : ela distribuía mordidas e socos nos amiguinhos da escola.

Você a deixava na sala de tv e ao virar as costas , numa fração de segundos , estava tudo de pernas para o ar e no meio da sala ,uma menina emburrada , chorona , temperamental.

Ela apresentou atraso na fala . O que deixou a mãe / pediatra aqui louca. Procurei até uma fonoaudióloga .

Decidi parar de trabalhar e me dediquei integralmente a minha pequena. Trabalhei os problemas de fala , levava ao parquinho todo dia , cozinhava junto , brincava de massinha , bonecas….

Ela floresceu.

Meu marido ficou até entristecido após a mudança de comportamento . Por quê? Simplesmente porque o problema sempre fomos nós, os pais, e não dela.

Quem vê a garotinha risonha nem imagina o que ela era 😜.

A Isabel só precisava da mãe.

Fica a dica.

Anúncios

Escrito por Dra Fernanda Naka

Pediatra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s