Em toda relação , profissional ou amorosa , temos os dois lados da moeda , não é mesmo? Então vamos falar sobre essa relação tão intensa : pediatra -mãe.Um post mais leve ( ou não) sobre o cotidiano na Pediatria …

Como toda moeda tem dois lados e eu também , viu contar minha visão como mãe e profisssional . Será que você concorda?

Como irritar uma mãe

1. Não atender o telefone

Não atender o telefone quando eu preciso é o fim para mim. Mesmo que a-d-o-r-e aquela médica não estava presente quando eu mais precisava!

2. Não fazer um encaixe

Afinal , ela já me conhece , sabe o que meu filho tem e mensais assim não atendeu … e o pior é que eu vi ela saindo mais cedo . Aff

3. É grossa

Nada pior do que você esperar um tempão para marcar a consulta e quando passa , a pediatra bem quis explicar direito e parecia que estava com pressa , sei lá . Foi meio grossa e meu filho chorou na hora de examinar.

4. Demora para marcar

Pago plano de saúde caríssimo e na hora de marcar demora quase um mês . Como assim? Se bem que , aquele outro médico tem consulta todo dia , mas acho que ela é boa … por isso tem muita gente agendada , não é ?

5. Não passou antibiótico

Poxa , paciência tem limite . Meu filho está doente há quase um mês e ainda na o melhorou e a médica não quis nem dar um antibiótico. E pior , nem pediu um exame pra ver o que tem direito.

Como irritar um pediatra

1. Pede consulta de encaixe e falta

Você está com a agenda lotada , faz aquele encaixe na última hora da sexta feira à tarde e o paciente falta. O pior é que te deixou esperando…

2. Liga e manda mensagem a cada espirro

Ligação a qualquer hora do dia e ainda te chama pelo apelido ? E quando a paciência está no fim e sem querer ( juro!) você acaba sendo mais rude ( ou mega grossa) e sai reclamando ?

3. Não quer pagar a consulta

Todo mundo tem aquele paciente que te chamou de ” mercenário” por cobrar um atendimento ou pedir uma nova guia de consulta , mas vive te pedindo orientação por telefone.

4. Reclama de você mas volta

A relação pediatra -mãe não tem que ser necessariamente para sempre e sem nenhuma infidelidade, afinal , quem nos procura é o paciente e não podemos dispensar aquela mãe para todo o sempre … será que não?

5.Orientação em qualquer lugar

Seja no mercado ,na piscina , na sua casa , todo mundo tem uma dúvida para tirar. Isso geralmente não incomoda , mas quando você está de repouso médico e o paciente quer levar o filho na sua casa para você dar uma ” olhadinha” , é complicado ! ( juro que aconteceu comigo)

Este post não tem relação com ninguém em especial e se você se sentiu ofendido , lembre-se que ” quase” nada foi baseado na realidade de um consultório de Pediatria.

😂

Anúncios

Escrito por Dra Fernanda Naka

Pediatra

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s