Sabemos que o engasgo pode acontecer em uma fração de segundos e isso é muito perigoso, especialmente, em crianças na faixa etária entre 1 e 3 anos de idade, período este em que elas ainda não conseguem controlar a mastigação e deglutição de alimentos por falta dos dentes molares (dos fundos) que contribuem para a trituração dos alimentos. Embora o tema assuste, é necessário estarmos preparados (física e emocionalmente) para saber agir rápido e utilizar as técnicas corretas para salvar a vida de uma criança.

A idade de maior incidência de engasgo e até mesmo de paradas cardiorrespiratórias por aspiração de corpos estranhos (CE) acontece entre 1 e 3 anos de idade.

Ocorre mais em meninos do que em meninas , talvez por possuírem um espírito mais impulsivo e explorador . E os engasgos podem ocorrer durante a alimentação , mas também pela introdução de objetos estranhos ao nosso corpo , como peças de brinquedos , grãos e até pequenos objetos como clips e borrachas.

Sintomas

A tosse pode ser o primeiro indício de engasgo , assim como o aparecimento de chiado súbito no peito em crianças. Falta de ar, lábios e unhas arroxeadas e ronquidão também sugerem este quadro.

Nos casos leves , a criança apresenta a tosse e expele o objeto com facilidade . Ufa!

Mas no caso de asfixia total, quando a criança não consegue respirar, tossir, esboçar nenhuma reação, som ou ficar arroxeada é importante intervir imediatamente com técnicas adequadas para desengasgá-la , pois na maioria dos casos não há tempo hábil para chegar ao Pronto Atendimento .

O que e como fazer?

Nunca tente retirar o objeto ou alimento com a mão na boca da criança , a não ser que esteja visível e de acesso fácil. No caso de objetos mais profundos , você poderá empurrar nesta tentativa de retirada e agravar o quadro.

Não chupe o nariz! Não sei porque , mas esta ” técnica” é sempre transmitida de pai para filho e não tem nenhum fundamento .

Bata nas costas da criança e se não houver melhora , faça a manobra de Heimlich:

Imagens extraídas do artigo ” Aspiração de corpo estranho ” da Sociedade Brasileira de Pediatria -2014.

Recomendações

Como evitar que isso aconteça ? Sim , com algumas orientações dá para prevenir :

• não alimente as crianças brincando, correndo. Devem estar sentadas para a refeição;

Um estudo da Universidade de Ohio, nos Estados Unidos, identificou os alimentos que mais provocaram engasgos em crianças de até 14 anos e as campeãs de engasgos são as balas duras e outras guloseimas, que, sozinhas, representam quase 25% das ocorrências.

De acordo com o Datasus, no Brasil, em 2014, foram registrados 108 casos de inalação ou ingestão de alimentos, sendo que 74% deles aconteceram com menores de 4 anos. Destes, metade aconteceu com crianças menores de 1 ano. Isso porque até os 4 anos as crianças ainda não têm o controle da mastigação 100% desenvolvido.

• evite brinquedos com peças pequenas , moedas , tampas de caneta ou outros objetos pequenos . Crianças menores de 4 anos e principalmente os bebês sempre levam qualquer objeto para boca ;

• corte os alimentos em pedaços pequenos e acompanhe as refeições , sempre.Alimentos muito lisos e arredondados, como uvas e tomate cereja, devem sempre ser cortados ao meio ou em mais partes;

• O ideal é deixar o bebê pequeno o mais quieto quanto for possível por pelo menos 1 hora e meia depois da mamada. Eles devem ficar inclinados em um ângulo de 30° para evitar o refluxo. Coloque um travesseiro debaixo do colchão ou eleve os pés do berço pelo menos 10 centímetros.

• Não force a alimentação da criança. Nada de ficar perseguindo o seu filho com o prato de comida nas mãos, querendo enfiar uma colherada de comida na boca dele.

Fica a dica.

Anúncios

Escrito por Dra Fernanda Naka

Pediatra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s