O método Baby-Led Weaning consiste na introdução dos alimentos para os bebês , não na forma de papinha , mas em pedaços grandes para serem levados a boca pelas próprias crianças . A expressão em inglês pode parecer complicada, mas é até provável que você já tenha praticado algo parecido com seu filho.

O método BLW teve o nome criado pela agente de saúde britânica Gill Rapley, autora do livro Baby-led Weaning: Helping Your Baby to Love Good Food (em tradução livre, Desmame Guiado pelo Bebê: Ajudando seu Filho a Amar Boa Comida) e tem ganhado cada vez mais adeptos pelo mundo. A ideia principal é deixar que eles se sentem à mesa e participem das refeições familiares .Os pais colocam os alimentos cortados ao alcance e eles escolhem quando e como levar os pedaços à boca.

“O BLW não é novo – pais do mundo inteiro têm praticado há anos. O que acontece é que agora isso tem nome”, esclarece Rapley.

A recomendação oficial da Organização Mundial de Saúde é que os pais comecem a oferecer alimentos assim que os filhos completarem 6 meses. Os pediatras orientam que essa introdução seja feita com as tradicionais papinhas. “A alimentação complementar deve ser espessa desde o início e oferecida com colher. Deve-se começar de forma pastosa (papas ou purês) e, gradativamente, aumentar a consistência até chegar à alimentação da família”, prega o Manual de Orientação do Departamento de Nutrologia da Sociedade Brasileira de Pediatria.

No BLW , ao colocar o bebê sentado junto à mesa de refeições , disponibilize legumes cozidos para o bebê comer com a mão : cenouras cozidas e cortadas em forma de palitos ou ramos de brócolis ou couve flor , também cozidos, são boas alternativas. O caráter saudável é uma característica que merece destaque no método.

No início, é esperado que seu filho mais brinque com os alimentos do que coma. E tudo bem! Não se preocupe nem insista. Jamais o obrigue a comer, com prêmios, elogios, promessas ou distrações, muito menos com gritos, castigos ou ameaças.

O principal mandamento do BLW é justamente o de que não se deve apressar o bebê. Deixe que ele leve o tempo necessário para terminar de comer. Para evitar o estresse, escolha uma hora em que não esteja irritado ou com muita fome. Uma das grandes vantagens do BLW é que ele oferece aos bebês a oportunidade de conhecer diferentes texturas e sabores. A cada refeição, eles vivem experiências novas. E prepare-se para muita sujeira e comida no chão!

Mas ele só brinca e não come nada !

O método estimula a autonomia desde cedo, já que permite escolher o que, quando e quanto se come. Um estudo publicado pelo British Medical Journal concluiu que bebês que se alimentam sozinhos têm menos risco de se tornarem obesos no futuro, em comparação com os que recebemas papinhas. A explicação? Eles desenvolveriam mais cedo a capacidade de regular o próprio apetite e de identificar o momento em que estão satisfeitos. Sem contar que ganham a chance de praticar a coordenação motora e as habilidades sociais, ao participar das refeições em família . A escolha de alimentos saudáveis também propicia uma maior aceitação de vegetais quando eles estiverem maiores .

Entretanto , alguns estudos fizeram uma comparação de peso entre os bebês alimentados pelo método BLW e com papinhas tradicionais .O primeiro grupo ( método BLW) apresentava um ganho de peso menor e um número maior de crianças que evoluíram com baixo peso. Outros estudos apontam que bebês em BLW podem evoluir com carências nutricionais , com baixos níveis de ferro , zinco e outros minerais .

Devido às estas evidências , o Departamento de Nutrologia da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) emitiu um parecer , solicitando a alimentação mista , ou seja , mesclando a dois métodos.A diferença nutricional pode acontecer porque, com o método BLW, a criança pode mais brincar com a comida do que comer, o que diminui o volume de alimentos ingeridos e, consequentemente, de nutrientes.

O quenão é recomendado : a utilização única do BLW. O correto é a alimentação mista. Deixe que as crianças explorem os alimentos, as texturas, mas garantir que os pais alimentem os bebês.

Crianças do grupo BLW fazem refeições em família e compartilham os alimentos servidos nas refeições , por isso acabam aumentando a ingestão de gordura e gordura saturada . Os pais devem lembrar que o método BLW serve para dar autonomia as crianças durante as refeições , mas cabe a eles oferecerem alimentos saudáveis .

O bebê não engasga com pedaços tão grandes?

Essa é uma das perguntas mais ouvidas por quem opta pelo BLW. O mais frequente é o chamado gag reflex, um reflexo frequente quando a criança coloca na boca um pedaço muito grande e não consegue engolir : os olhos enchem de lágrimas por alguns instantes , mas ele mesmo consegue manejar o alimento e desengasgar rapidamente.

De acordo com o guia da SBP , profissionais de saúde e sociedades da Nova Zelândia, Canadá e Estados Unidos não recomendam oficialmente o BLW devido ao elevado risco de asfixia . Mas o risco pode ocorrer também no manejo das papinhas , afirmam os defensores do método . Se a criança estiver sob supervisão dos pais , o risco seria o mesmo para os dois métodos.

Para evitar situações de aperto, é importante que os pais não tentem ajudar a criança a comer, segurando o alimento em sua boca. Se ela não consegue fazer isso sozinha, provavelmente, não está pronta para lidar com aquele determinado item de forma segura.

Gostou do método ? As vantagens que ele oferece são : maior autonomia durante as refeições , maior ingestão de alimentos saudáveis , aonde a criança consegue diferenciar os sabores e as texturas de cada alimento.

E as desvantagens? Para mim a maior seria a sujeira !😜

Fica a dica !

Anúncios

Escrito por Dra Fernanda Naka

Pediatra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s