Ultimamente, dietas livres de glúten estão recebendo bastante atenção na mídia. Elas têm sido associadas a aumento de energia, melhora de concentração e cura para males digestivos. Com tantas coisas boas é difícil não se perguntar se seu filho não pode se beneficiar de uma dieta livre de glúten.

Preocupados com a saúde dos filhos, às vezes os pais colocam as crianças em uma dieta sem glúten na crença que isso alivia sintomas, pode prevenir a doença celíaca ou é uma alternativa mais saudável, mesmo sem um diagnóstico do transtorno.

O que é o glúten?

Ele é uma proteína presente naturalmente em muitos cereais, como o trigo, o centeio e a cevada. O glúten confere elasticidade na receita de diversos alimentos e assim, o pãozinho cresce e fica macio.

Os grãos são alimentos fortificados e contém vitamina B , ferro e folato e são importantes na dieta infantil.O glúten ajuda a controlar a glicemia e os triglicérides, aumentam da absorção de vitaminas e minerais, melhoram a flora intestinal e deixam o sistema imunológico mais forte. Por isso ,não devemos retirar o glúten da alimentação infantil .

Quem precisa retirar o glúten da dieta?

Cerca de 1% da população mundial possui a doença celíaca. Nela, o glúten não é bem aceito pelo intestino.É uma doença digestiva grave, de origem genética, que dura toda a vida de pessoa. Quando a pessoa ingere glúten, o sistema imunológico ataca a si mesmo, danificando as paredes do intestino delgado.

A doença celíaca não é uma alergia alimentar e nem uma intolerância; trata-se de uma doença autoimune.

O resultado é que o corpo não consegue absorver corretamente os nutrientes dos alimentos.Não há cura e a única solução é seguir uma dieta sem glúten durante a vida inteira, inclusive se os sintomas forem mais leves.

Para quem não sofre de doença celíaca , a dieta pode predispor a doenças crônicas , como o diabetes e alterações cardiovasculares . Além disso , uma criança que não consome a proteína pode desenvolver alergia a ela.

Para a maioria das pessoas, a dieta sem glúten não traz nenhum benefício prático e uma dieta sem glúten NÃO previne a doença celíaca !

Os alimentos livres de glúten foram feitos com grãos refinados e, por isso, são menos nutritivos.Por exemplo , as farinhas de tapioca, batata ou arroz possuem mais carboidratos e menos proteína que a farinha de trigo.

O crescimento do mercado de produtos livres de glúten gerou lucros enormes, mas alguns dos produtos são criticados por conter altos níveis de gorduras e calorias.

Dieta sem glúten pode levar a morte

Um bebê de 7 meses veio a óbito após o uso de uma dieta sem glúten e sem lactose :

De acordo com os pais, após notarem que o filho estava com dificuldades para amamentar e que havia certas alergias em seu corpo, eles decidiram por conta própria e sem orientação médica ou de nutricionista retirar o glúten e a lactose da alimentação da criança .Então, ao invés de tomar fórmula ou leite materno, o pequeno era alimentado com leites vegetais como o leite de quinoa e de arroz.

Devido restrição alimentar de grupos nutricionalmente importantes , a criança não apresentou ganho de peso adequado e acabou indo a óbito por inanição.

Este é um caso extremo , eu sei. Mas os perigos de uma dieta restritiva , sem necessidade , são reais . As deficiências nutricionais , como a falta de ferro , folatos ou vitamina B podem ocorrer neste tipo de dieta.Nunca faça sem um acompanhamento médico ou de uma nutricionista .

Fica a dica .

Anúncios

Escrito por Dra Fernanda Naka

Pediatra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s