Quem não tem medo de meningite? Médico tem pavor ! São muitas histórias e pouca notícia verdadeira sobre a doença , o que vamos tentar esclarecer hoje .

A meningite é uma doença caracterizada pela inflamação das meninges, membranas que envolvem o cérebro. O problema é provocado por fungos, vírus ou bactérias e, se não tratado corretamente, pode gerar consequências graves. Apresenta incidência mais elevada nos meses de inverno , devido às aglomerações de pessoas.

A agente infeccioso é transmitido pelas vias respiratórias, que passa do nariz para o sangue, é levada para o cérebro onde estão as meninges e provoca uma infecção. Os sintomas aparecem em pouco tempo. Os mais característicos são febre alta, mal-estar, vômitos, dor de cabeça e no pescoço.

As meningites virais são mais comuns no Brasil. Em grande parte dos casos, o diagnóstico sequer é feito, pois trata-se de um quadro leve. Já no caso das bacterianas , a infecção é mais grave e geralmente evolui com sequelas graves até a morte.

A maioria das meningites virais é mais benigna e evolui sem tratamento. Já as causadas por bactérias podem ser graves e devem ser tratadas imediatamente com antibióticos.

Quem pega meningite ?

A incidência da meningite tem um pico na primeira infância. Quanto mais jovem a criança for, maior a possibilidade de ficar doente. À medida que vai crescendo, o risco diminui e reaparece com o envelhecimento.

A meningite é, portanto, uma doença que se concentra nos dois extremos da vida, quando a defesa do organismo está um pouco imatura ou quando começa a enfraquecer por causa da idade.

Por isso é fundamental a vacinação . Na rede pública temos a vacina contra pneumococo , haemofilo e meningococo A,C,W,Y. O sorotipo B só está disponível na rede particular.

A meningite meningocócica é a mais grave , e pode ser causada por agentes : vacina contra o grupo ACWY ( mais comum no Brasil sendo responsável por cerca de 70% dos infectados) já está disponível na rede pública, e a vacina contra o grupo B (20%), está disponível na rede privada.

No caso dos bebês, a ocorrência é baixa, mas o índice de letalidade é grande, mesmo que se receba todo o tratamento. Então é muito importante vaciná-los a partir dos dois meses. Já no caso dos adolescentes, a bactéria é muitas vezes assintomática, o que é muito perigoso, pois alguém contaminado pode transmiti-la a um grande grupo de pessoas sem nem saber.

Vale lembrar que, no dia a dia, entramos em contato com uma infinidade de bactérias, mas pouquíssimas com a propriedade marcante de migrar para o cérebro e causar meningite. Por isso, a maioria das pessoas não desenvolve a doença. Um caso, porém, de meningite meningocócica numa criança justifica a prescrição de alguns medicamentos para todas as pessoas que morem na mesma casa a fim de erradicar as bactéria e evitar a transmissão para outras pesssoas suscetíveis.

As sequelas das meningites bacterianas podem ocorrer e o risco é proporcional ao tempo que se demora para fazer o diagnóstico e instituir o tratamento.

A meningite provoca uma inflamação das membranas que estão em volta do cérebro. Se nada for feito, há um acúmulo de pus que não tem por onde escapar e a formação de abscessos que afetam partes nobres do cérebro ou alguns nervos. Essas lesões neurológicas são irreversíveis. Por isso, quando a doença demora a ser diagnosticada e tratada pode provocar sequelas como surdez e paralisias motoras.

Dúvidas comuns da vacina

1. Posso pegar meningite tomando a vacina?Não, pois nenhuma destas vacinas é feita com microrganismos vivos, apenas com parte ou fragmentos deles, capazes de desencadear a resposta imunológica com produção de anticorpos, mas incapazes de provocar doença.

2.Porque é melhor vacinar antes de 1 ano de idade?Porque este é o período em que as meningites são mais frequentes, mais graves e apresentam maiores riscos de sequelas ou mesmo morte.

3.Quais os efeitos colaterais dessas vacinas?Os eventos adversos destas vacinas costumam ser leves, como febre e manifestações no local da aplicação (dor, edema e vermelhidão).

4. Mas a vacina para a meningite tipo B é muito cara , precisa mesmo ?

Sim. O fato de seu filho estar vacinado para os sorotipos ACWY não o deixa protegido contra o sorotipo B.

O calendário de vacinação do sorotipo B é o seguinte :

5.Tomando todas as vacinas eu não vou ter meningite?Infelizmente não. O que você vai fazer é reduzir muito as chances de ter a doença. Meningite pode ser causada por muitos agentes, como vírus, tuberculose, fungos e outras bactérias. Muitos vírus acometem o sistema nervoso e causam meningite, não existindo vacina contra eles.

Como se pega meningite?

Em aglomerações em ambientes fechados , como os hospitais . Por isso é fundamental os pais evitarem ao máximo de expor seus filhos desnecessariamente em um Pronto socorro. Os casos graves e as suspeitas de meningite estarão lá na sala de espera ao seu lado.

A transmissão ocorre por objetos contaminados ( copos , talheres , pratos ) e pelas vias respiratórias . Lave sempre as mãos , cubra a boca ao tossir , são dicas do tempo da vovó e ainda valem muito. Previna-se.

Anúncios

Escrito por Dra Fernanda Naka

Pediatra

um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s