Quando pequenos , levamos nossos filhos religiosamente ao pediatra , em consultas mensais , para avaliação de tamanho , peso e desenvolvimento . Mas quando atingem a adolescência , deixamos um pouco de lado o acompanhamento e se ficam doentes , já levamos direto a um especialista .

Muitas doenças crônicas que atingem os adultos podem ter início na infância ou na adolescência. Por isso, conhecer precocemente fatores de risco para a saúde, como a tendência a desenvolver diabetes, dislipidemia, hipertensão arterial e obesidade, pode ajudar a se planejar e evitar complicações futuras.

Pensando nisso , é essencial realizar um check up , assim como fazemos ( ou deveríamos ) fazer anualmente .

Como pediatra , para saber os riscos que um adolescente tem em desenvolver problemas cardíacos, por exemplo, avalio o histórico familiar, a qualidade da dieta que ele está seguindo, se é fumante ( existem muitos adolescentes que fumam , acredite !) ou se convive com tabagistas, e a frequência que pratica atividade física.

Além disso, devemos realizar exames de rastreamento, como lipidograma (colesterol total e frações e triglicérides), glicemia de jejum, entre outros .

E para quem vai malhar

Assim como os adultos , o adolescente que deseja ganhar massa muscular ou iniciar uma atividade aeróbica com intuito de perder peso , precisa fazer um check up cardiológico . Desta forma , diminuímos os riscos de possíveis danos à saúde , como as doenças cardíacas , e potencializamos os benefícios que a atividade física nos traz.

O Sport Check-Up Infantil tem como objetivo analisar a saúde da criança que está em regime de treinamento e também o pólo oposto, aquela que está obesa.

O organismo da criança conta com uma velocidade de crescimento ósseo mais rápida do que a velocidade do crescimento do músculo. Durante a atividade física, a musculatura fica num regime de tensão. Assim , se a criança não fortalece a musculatura , tornam-se frequentes as lesões , prejudicando o seu desempenho esportivo .

Além disso, a criança que se exercita pode crescer menos que o esperado se não tiver um aporte calórico adequado. Ou seja, ele gasta energia para treinar e não sobra energia para crescer”.

Por isso uma avaliação clínica da situação da criança é importante para prevenir futuros problemas, que vão desde pequenas lesões até interferência no crescimento. “Quando isso acontece a criança sente dor e deixa de ter o prazer no esporte.

O adolescente não é um adulto pequeno , mas uma criança em desenvolvimento , que necessita de um acompanhamento rigoroso , principalmente quando está em desenvolvimento / treino de alguma atividade esportiva .

Troque o velho atestado para educação física por um check up completo e proteja à saúde do seu filho!

Fica a dica !

Anúncios

Escrito por Dra Fernanda Naka

Pediatra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s