Quem dera fosse só colocar o bebê no berço , para ela embarcar em um sono profundo até o dia seguinte. Para alguns pais sortudos, é simples assim, mas para a grande parte, fazer o filho dormir requer treino, persistência e muita , muita paciência.

Não espere que este post te traga uma solução rápida e fácil , pois não há receita pronta, apenas dicas e orientações de experiências bem-sucedidas que podem ser testadas. Cada situação tem de ser avaliada individualmente.

Não à toa, um serviço personalizado que já é popular nos Estados Unidos vem ganhando espaço no Brasil. Trata-se da consultoria do sono,uma profissional que identifica os fatores que impedem a criança de dormir, cria um plano de sono e orienta os pais.

O número de horas que o bebê precisa dormir varia de acordo com a sua idade e o seu crescimento, sendo que quando é recém-nascido, ele, geralmente, dorme cerca de 16 a 20 horas por dia, enquanto que quando tem 1 ano de idade, já dorme cerca de 10 horas por noite e faz duas sonecas durante o dia, de 1 a 2 horas cada uma.

Apesar dos bebês dormirem a maior parte do tempo, até cerca dos 6 meses de idade, não dormem muitas horas seguidas, pois acordam para mamar. A capacidade do estômago é tão pequena que existe a necessidade de mamar a cada 3 horas. Conforme a criança cresce , o volume aumenta e por isso os intervalos ficam mais espaçados .

Cada bebê é diferente, por isso, alguns podem dormir muito mais ou durante mais horas seguidas do que outros.

Como ajudar o bebê a dormir

Nos três primeiros meses, o bebê repete vários ciclos de mamada, cocô e sono. Por isso, não adianta tentar acostumá-lo a dormir a noite toda nessa fase. Essa é mais uma razão para concentrar os esforços a partir do quinto mês, com a criação de um ritual.

Vários estudos comprovam que a rotina funciona. Parece blá-blá-blá de pediatra , mas tem fundamento científico.

A partir do quinto mês se inicia a produção de melatonina , o hormônio do sono. Para uma boa produção , temos que seguir alguns hábitos .

1. Ritual do sono

Confesso que para tentar manter um ritual de sono , já rodei muito de carro depois do almoço para o meu filho dormir. Se ele dormia na hora errada , pá! Ganhava uma noite assistindo Corujão …

Ações simples são capazes de sinalizar ao bebê que está chegando a hora de dormir: durante o dia, deixe as janelas abertas permitindo maior entrada de luz e ruídos. Com a noite chegando, dê dicas de que aquele horário é para dormir. O quarto deve ser escurecido e os estímulos visuais e sonoros também precisam diminuir ( sem tablets , televisão ou celulares ).

O ritual pode incluir um banho relaxante, uma massagem. Depois, vale colocar a criança no berço e cantar uma música, contar uma história, fazer uma oração ou apenas conversar. Ofereça uma naninha, para que ela segure até cair no sono. Esse objeto servirá como referência para ela se acalmar, caso acorde no meio da noite.

Só 10% dos bebês desenvolvem a capacidade de adormecer sozinhos, empregando recursos como se balançar, segurar um paninho ou chupar o dedo. Os demais têm de ser ensinados.

Ainda que ele não durma a noite toda, consegue saber que há um horário “oficial” de dormir.E muita calma : “a noite toda ” significa cerca 6 horas ininterruptas de sono!

2. Desligue a televisão e tablets

Adormecer diante da televisão – e outras telas, como tablets e computadores – não é nada benéfico. Quando a criança assiste a um desenho animado ou a um filme muito agitado antes de dormir, ela fica excitada e o relaxamento necessário para o sono é comprometido.

A recomendação é evitar as telas uma hora antes de ir para a cama.

3. Não espere o sono vir

Deitar o bebê para dormir quando se observar algum sinal de cansaço, mas com ele ainda acordado para o habituar a adormecer na própria cama. Procure não demorar muito tempo para colocar o bebê para dormir, pois o ele pode ficar mais agitado e mal humorado, sendo mais difícil de adormecer.

Só o bebê pode saber quando precisa dormir, e impedi-lo ou acordá-lo antes da hora pode desregular tudo. Lembre-se disso mesmo naquele dia em que você chega tarde do trabalho e está louca para pegá-lo acordado.

4. Bebê dormiu , a mamãe também deve tirar uma soneca

Não vá fazer alguma tarefa doméstica ou checar seus e-mails quando o seu recém-nascido finalmente pegar no sono. Durma você também, no mesmo horário, ao menos nas primeiras semanas. É importante que você se atente à sua saúde, e dormir bem é essencial para aguentar o novo ritmo e manter a produção de leite.

Uma mãe descansada produz mais leite e mais paciência para enfrentar a correria do dia a dia .

Conheça bem o seu filho e tente casar seus horários. Se ele gosta de acordar cedo, por exemplo, nada de ficar até tarde vendo TV. Se ele dorme logo após o almoço, antecipe a sua hora de comer para você poder fazer a soneca também.

5. Remédio não funciona!

Ok , você já tentou tudo isso é já quer passar para a dica dos remédios ? Fique tranquila , pois você não está só, a maioria das mães ( médicas ou não ) já pensou em dar uma medicaçãozinha para ajudar o bebê a dormir.

Dramin, Sonin, neuroleptil, remédios fitoterápicos não devem ser administrados !

O problema é que nas primeiras semanas , parece até milagre : o bebê dorme tranquilo … mas depois vai passando o efeito e a dose precisa ser aumentada . E te digo mais : ao atingir a dose máxima , não dá para voltar a atrás ! Algumas medicações precisam de “desmame ” , isto é , mesmo não tendo o efeito desejado ( sono) a criança continua tomando para reduzir a dose gradualmente antes da retirada total . E aí te pergunto , é isso mesmo que você quer?

Meus pacientes sabem que não prescrevo esse tipo de medicação . Sei que muitos colegas receitam , até mesmo remédios para ansiedade e neurolépticos , mas acredite , o efeito é temporário.

Devemos melhorar a rotina . Não tem outro jeito. Tirar maus hábitos demanda tempo e choro. Um bebê ou criança acostumado a uma rotina de colo terá dificuldade de adormecer no berço , não há dúvida . Não procure solucionar seu problema com remédio.

Paciência . Eu sei que cansa , mas não há doença , por isso não há necessidade de medicação .

Fica a dica.

Anúncios

Escrito por Dra Fernanda Naka

Pediatra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s