Maria Montessori (1870- 1952) médica e educadora, revolucionou a educação ao propor uma forma de ensinar que prezasse pela autonomia e pelo desenvolvimento natural dos pequenos, de acordo com o ritmo deles.

Pensando nisso muitos arquitetos e designers têm realizado projetos com base neste princípio .O objetivo do quarto montessoriano é promover a autonomia dos pequenos, para que a criança cresça com mais independência, mas ainda é preciso monitorá-la com frequência. O ambiente tem que ser pensado de forma que a criança fique segura e livre ao mesmo tempo.

Confesso que fiquei encantada e se pudesse teria feito para os meus desde bebês .Além do quarto parecer um mundo em miniatura e deixar o ambiente encantador.

O desenvolvimento acontece através da interação com o mundo em que a criança vive.Tudo deve estar em uma altura que a criança possa pegar, espaços para pintar, áreas livres para brincar. A criança se sente estimulada e se desenvolve brincando.

O desenvolvimento da autonomia fará com que essa criança se torne um adulto mais seguro de si. Mas vai além, por estimular seu processo criativo, sua organização e seu espirito de colaboração.

Características do quarto montessoriano

Cama: não há berço. A ideia é que a criança possa sair da cama e circular pelo quarto quando quiser. Portanto, no lugar do berço tradicional usa-se um colchão no chão ou um futon em cima de um estrado. Para evitar que o bebê role enquanto dorme, o ideal é proteger a cama com almofadas ao redor.

acessórios : Tapetes, barras e espelhos são elementos que estimulam experiências sensoriais interessantes aos pequenos . Assim como outros itens, os espelhos devem ser posicionados na altura da criança, para que ela possa se reconhecer e analisar seus próprios movimentos. Para evitar acidentes, eles devem ser de acrílico e estar sempre presos à parede. Barras fixas na parede também são uma boa ideia: elas ajudam a criança a se apoiar e ficar em pé enquanto tenta aprender a andar. Outro recurso comum, que ajuda a proteger os pequenos do frio, é o uso de tapetes.

poucosarmários : Ao invés de armários, são usados nichos abertos, para que a criança possa acessar os brinquedos sem precisar da ajuda de um adulto. Para a criança ter acesso a todos os brinquedos é necessário que a mãe faça um rodízio deles , trocando os brinquedos de posição de tempo em tempo.

O armário também deve ter poucas roupas e o ideal é que ele esteja, igualmente, ao alcance da criança. Um cantinho de leitura, com porta-livros e mesinha, é recomendado.

A decoração deve ser lúdica, pensada para estimular a criatividade da criança.

Atenção a segurança

Ao tratarmos de um quarto infantil, a segurança é um item fundamental. Por isto, além de deixar o ambiente bonito, devemos nos atentar a cada detalhe dos materiais e dos móveis para que tudo fique seguro. Confira algumas dicas:

▪ As tomadas devem ter altura mais alta ou até mesmo um protetor dedicado. Outra opção mais simples é deixá-las escondidas atrás dos móveis.

▪ As quinas dos móveis podem representar um perigo sério aos pequenos, evite móveis com estas características. Uma opção é usar um protetor de quina que pode ser encontrado facilmente.

▪ Use um protetor lateral na cama, evitando que a criança caia durante o sono.

Anúncios

Escrito por Dra Fernanda Naka

Pediatra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s