Não existe um pediatra no mundo que não tenha ouvido esta reclamação :” Meu filho só quer saber de doce”. E isso acontece por que ?

Infelizmente não existe uma medicação que faça o doce se tornar amargo , somente um bom feitiço! Os doces são feitos para serem saborosos , irresistíveis e dar aquela vontade de quero mais . Às vezes os pais associam essa vontade com alguma doenças , vamos ver o que é verdade ou mito?

Verdade ou mito?

1. Comer doce dá anemia : Mito. Chocolate , sorvete , sobremesas não dão anemia . O que acontece é a troca de alimentos saudáveis , uma maçã por um pudim , por exemplo. A criança que tem pouca variedade de frutas e verduras com certeza irá desenvolver alguma deficiência nutricional.

2. Muito doce leva a diabetes : Talvez. O diabetes é uma doença aonde a enzima que digere o açúcar , a insulina , está em falta ou com um nível baixo . Com isso , a taxa de açúcar , ou glicose , se eleva e o organismo passa a sofrer : bebemos mais água , aumenta a vontade de fazer xixi e perda de peso. Se você come um doce a taxa de glicose também aumenta , mas a insulina entra em ação e logo volta ao nível normal. É assim com todo alimento .

O que acontece é que a pessoa que come muito doce geralmente é obesa e o aumento da gordura corporal dificulta a ação da insulina , levando ao diabetes , tipo 2. Por isso algumas pessoas associam doce com diabetes .

3. Vontade de doce é verme : Mito. As verminoses têm fama de causarem diversos sintomas : mancha na pele , ranger os dentes à noite e vontade de comer doce . Ah , se uma lombriga tivesse tanto poder!

Crianças com verminoses tem carências nutricionais , porque uma parte dos alimentos que ela come ,vai para o parasita no intestino. Isso pode levar a anemia , que dá vontade de comer coisas estranhas ( reboco de parede , tijolo, terra) , mas não de doce.

4. Vitamina aumenta apetite para doce : Talvez. Os remédios para abrir o apetite e as vitaminas aumentam a fome para qualquer alimento, não somente para sobremesas. Criança que come mal , toma remédio para aumentar a fome e continua a se alimentar de forma inadequada . Hábito saudável se adquire com paciência e persistência , não com um toque mágico de alguma medicação.

5. Vontade de comer doce é ansiedade: Verdade. Quando você come algo açucarado , o organismo libera substâncias que dão uma sensação de prazer. O problema é quando isso vira uma “muleta” para os problemas do dia a dia , e se torna um vício…

Açúcar faz mal?

O açúcar, que está presente nos doces, não faz mal. Ele é, inclusive, importante para a produção de energia para o corpo. Ele está presente nas frutas, no leite, no mel.Mas qualquer substância, quando consumida em excesso faz mal.

O problema é que quando tem glicose demais, o corpo não consome tudo. Daí essa sobra vira gordura a fica acumulada no organismo, causando doenças no coração, obesidade, pressão alta, entre outras.Além disso, nas crianças, o excesso de doces pode causar hiperatividade, ansiedade, dificuldade de concentração e irritabilidade.

E ainda: se não escovar bem os dentinhos, causa cáries. Isso porque quando o açúcar entra em contato com a placa bacteriana, que se forma nos dentes, eles produzem  ácidos que destróem os minerais do dente. Assim, os dentes ficam fracos e mais expostos à cárie.

O que fazer?

Em primeiro lugar é preciso investir na comida de verdade, voltar para os conceitos básicos de alimentação. Coma a cada 3 horas e coloque uma fruta em cada refeição, pois elas ajudam a regular a nossa compulsão por doces; coma cereais, leguminosas, frutas, verduras e legumes no almoço e no jantar, para ter acesso a todos os nutrientes que o organismo precisa e tome muita água ao longo do dia, ela ajuda a oxigenar o cérebro e fazer com que ele capte mais glicose. Inclua na sua rotina alimentos como abacate, batata doce, linhaça e chia, eles ajudam a regular a liberação de energia.

Por último o mais difícil, evite comer açúcar. Parece estranho mas quanto mais se come açúcar, mais necessidade o organismo sente dele.

O açúcar derruba os níveis de cromo, um mineral determinante para a ação da insulina, cuja falta gera um enorme desejo por doces. A opção para aqueles que querem diminuir o açúcar sem cortar os doces, é procurar fazer doces sem açúcar. Em casa dá pra fazer frutas como banana, maçã, pêra ou abacaxi cozidas com mel e/ou canela, na rua dá pra levar bananadas prontas e sem açúcar, que se encontra facilmente nos mercados. Só não substitua o açúcar pelos adoçantes artificiais porque eles podem conter aspartame, sacarina sódica ou sucralose, que também podem aumentar a resistência à insulina.

Fica a dica.

Anúncios

Escrito por Dra Fernanda Naka

Pediatra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s