O nome parece engraçado e não , não se trata de uma brincadeira ou de um menino muito levado. A síndrome das pernas inquietas , ou de Ekbom, é um distúrbio que se caracteriza por alterações da sensibilidade e agitação motora involuntária dos membros inferiores, mas que pode acometer também os braços nos casos mais graves.

O paciente tem uma sensação de desconforto intenso nas pernas , que só melhora ao movimento . Rara na infância , mais comum nas mulheres , afeta 11 % da população .Muitas vezes não é diagnosticada e tratada como um distúrbio do sono ou psicológico .

Como portadora da síndrome , escrevi este post para ajudar mães e pais sobre a doença , pois o incômodo noturno é tão grande que atrapalha a qualidade do sono . E nem preciso dizer que a grande maioria dos pais acha que não passa de uma “frescura” e não busca tratamento.

Sintomas

Os principais sintomas são: sensação de desconforto , com formigamento ou pontadas nas pernas , bilateralmente . A intensidade pode variar de leve a grave e diminui com o movimento. Em geral, eles se manifestam a noite e impedem que a pessoa tenha um sono reparador. Como consequência, no dia seguinte, ela está sonolenta, cansada, mais propensa a irritar-se facilmente e à depressão.

Causas

A causa da síndrome não é bem conhecida. Sabe-se que, além da predisposição genética, a deficiência de algumas substâncias no organismo , como dopamina e ferro.

Diagnóstico

O diagnóstico é predominantemente clínico, fundamentado na descrição dos sintomas.

A polissonografia e a dosagem dos teores de ferritina e tranferrina, substâncias que transportam o ferro no sangue periférico, são exames laboratoriais que ajudam a confirmar o diagnóstico.

Tratamento

Atividade física regular e diminuição de cafeina e derivados auxilia na diminuição e frequência dos sintomas . Alongamentos e exercícios de agachamento também são eficazes .

Nas crianças , o uso de massagem e dipirona tem um bom efeito. Em casos mais graves podem ser usados benzodiazepinicos e outras medicações .

Anúncios

Escrito por Dra Fernanda Naka

Pediatra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s