Não é raro ouvir desabafo de mãe reclamando da agitação do filho : ” ele não pára!” , ” destrói e sobe em cima de tudo ” , “não consigo fazer nada em casa ” . Será que ele realmente precisa de um calmante?

Muitos pais acreditam que a agitação normal da idade seja um sinal de hiperatividade ou déficit de atenção .Eu te digo por experiência, grande parte das crianças que são medicadas e diagnosticadas com hiperatividade são saudáveis. O problema muitas vezes está na falta de tempo e paciência dos pais . Como deixar uma criança cheia de energia presa dentro de casa uma tarde inteira?

Mas e se ele for uma criança hiperativa?

Quando uma criança não fica quieta, anda de um lado para o outro, pula, sobe nos móveis, derruba tudo pela frente, espalha as roupas e os brinquedos, revira as gavetas, interrompe o professor a cada momento, conclui-se que é agitada ou mal educada. Provavelmente é verdade, mas pode ser que sofra de Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH): 3% a 5% das crianças com menos de 7 anos têm o transtorno.

A hiperatividade vem acompanhada de impulsividade, como não conseguir controlar o impulso de fazer algo, de se mover, de mexer ou buscar, e acaba exteriorizando-se no movimento.Nem sempre é fácil distinguir entre uma criança agitada ou uma com transtorno do déficit de atenção . A observação dos pais é fundamental para elucidar o diagnóstico .

O déficit de atenção apresenta algumas características :

• frequentemente inquieto com as mãos e pés, ou se mexendo constantemente quando sentado;

• é comum deixar o seu assento na classe ou em outras situações quando se espera que permaneça sentado;

• corre ao redor, ou trepa nas coisas, em situações em que isso não é apropriado

• tem dificuldade em brincar ou se engajar em atividades de lazer de forma tranquila;

• fala excessivamente

• falta de persistência. Além de não terminar as tarefas, evita as que necessitam de um esforço contínuo.

Já a criança agitada :

• ativa , mas se concentra em uma atividade ;

• não é distraída , muda de atividade quando deixa de ser interessante ;

• ainda que não se comporte adequadamente em uma situação , sabe diferenciar o certo do errado;

• geralmente apresenta um bom comportamento na escola , mas em casa se transforma em outra criança .

Quem já esteve próximo de uma criança hiperativa sabe o quanto é exaustivo. As reclamações podem ser muito intensas, especialmente quando a criança perturba a tranquilidade em casa ou começa a chamar demais a atenção na escola.

Dicas simples para o seu filho ficar mais calmo

Há sempre muita coisa que os pais podem fazer em casa, especialmente com crianças bem pequenas. A agitação infantil pode diminuir bastante com mudanças simples, como tornar a vida da criança mais estruturada, com hábitos e rotinas.

gaste energia : criança precisa de movimento , brincar , correr. Quando agitadas , o primeiro impulso dos pais é pedir para ficarem quietas e paradas .Mas você já percebeu que o efeito é contrário? Por isso , quando muito impacientes , faça um exercício : deixe que ela se movimente ( pule , corra sem sair do lugar ) e verá que em poucos segundos ela ficará mais concentrada.

Canse seu filho antes que ele canse você. Mexa-se!

mantenha o foco : criança precisa aprender a se concentrar. Peça um desenho , coloque um quebra cabeça ou um brinquedo de montar, mas com uma finalidade. Um concurso , por exemplo de torre que não cai ou desenho mais bonito. Crianças que aprendem a se concentrar em uma determinada tarefa são mais calmas.

seja exemplo : mães que são multitarefas , fazem muitas coisas ao mesmo tempo podem confundir as crianças . Não adianta chegar em casa e sair gritando. Eu sei que funciona , mas o seu desgaste não compensa .

Ensinar relaxamento às crianças é essencial, para a tranquilidade delas e também para a paz em casa.

diminua os estimulantes : açúcar para criança agitada , nem pensar! Televisão e qualquer tipo de tela , refrigerante e açúcar são estimulantes , ou seja , dão uma dose extra de energia para qualquer um.

Sabe aquele menino que quando o sol se põe , parece que alguém deu corda? Pois é , se ao chegar em casa , o pai começa a brincar , liga a tv e ainda toma uma baita mamadeira com achocolatado… quanto estímulo . Será que ele realmente precisa de um remédio para dormir ou um calmante ?

Fica a dica .

Anúncios

Escrito por Dra Fernanda Naka

Pediatra

um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s