O talco é um produto usado nos bebês há muitas gerações. Com certeza sua avó usou em sua mãe e ela, por sua vez, usou em você, a mais nova mamãe da família. Apesar de antigo, tradicional e com um cheirinho muito agradável, existem alguns questionamentos sobre o uso do talco nos pequeninos.

O laboratório americano Johnson & Johnson, um dos líderes mundiais da indústria farmacêutica, foi condenado na semana passada a pagar uma multa de US$ 4,69 bilhões.A Johnson & Johnson teria dissimulado a presença de amianto, uma substância cancerígena, no talco da marca durante mais de 40 anos.

O talco é um mineral que, às vezes, pode ser encontrado no solo próximo ao amianto. A J&J nega que seus produtos contivessem amianto e insiste que o talco não causa câncer. A empresa acrescentou que vários estudos mostraram que seu talco é seguro e disse que o veredicto foi produto de um “processo fundamentalmente injusto”.

Talco é seguro?

Há anos existe o receio de que o uso talco, particularmente em áreas próximas aos genitais, aumente o risco de câncer de ovário – mas as evidências não são conclusivas. A Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer classifica o uso de talco nos genitais como “possivelmente cancerígeno ” por causa dos indícios contraditórios.

Por que não usar em bebês?

Além do risco citado acima, existe outro ponto: não há qualquer comprovação cientifica de que o talco realmente funcione na prevenção ou tratamento das assaduras, quando é mais utilizado.

O problema mais frequente quanto ao uso de talco está relacionado com o pó que fica em suspensão . As partículas finas são aspiradas pelo bebê e pela mãe , provocando quadros de alergia , tosse e congestão nasal recorrentes. O nome disso é talcose.

Com o risco da talcose e a baixa eficácia como prevenção ou tratamento de assaduras , o mais indicado é que os pais utilizem pomadas ou cremes em bebês.

E a Maisena?

Maisena ou farinha de araruta podem ser utilizados pois as partículas , o pó , possui partículas grandes demais para serem inaladas. Desta forma , quando respiramos , o pó fica retido nas nossas narinas e não migra até os pulmões , como no caso do talco.

Anúncios

Escrito por Dra Fernanda Naka

Pediatra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s