O achocolatado pode, sim, ser um bom complemento diário para o café da manhã das crianças, segundo nutricionistas. O problema é que esse tipo de alimento costuma ser rico em açúcar, sobretudo os industrializados, de caixinha. Em excesso, pode causar obesidade e até prejudicar o paladar infantil para outros alimentos saudáveis, como as frutas.

O leite é fonte de cálcio e o chocolate possui flavonoides, substâncias antioxidantes capazes de reduzir o risco de doenças cardíacas e outros males à saúde.Mas tudo em excesso pode levar a consequências sérias à saúde. O uso dos achocolatados na na troca de uma refeição ( almoço ou jantar) pode levar a obesidade e a deficiências nutricionais , por exemplo.

O achocolatado na mamadeira , principalmente no período noturno , é a principal causa de cárie dentária .

A presença desse pó nas mamadeiras e copos de meninos e meninas é um hábito familiar que vem sido passado de geração a geração. Além disso, funciona, em muitas situações, como um facilitador para que a criança tome o leite pelo sabor bastante adocicado.Mas será saudável?

Tipos de achocolatado

ACHOCOLATADO LÍQUIDO

Aquele que já vem pronto para beber, na caixinha. Possuem aditivos químicos, como espessantes e gordura vegetal hidrogenada. Não são indicados para as crianças.

ACHOCOLATADO EM PÓ

Assim como os achocolatado líquido , possuem muitos aditivos químicos ( espessantes , corantes , conservantes ) e o principal ingrediente é o açúcar . Alguns produtos vendem uma combinação de nutrientes, como vitaminas e minerais , o que não os torna mais saudáveis .

Resultado da pesquisa ‘Marcas Líderes de Vendas Nielsen/SuperHiper’ da Associação Brasileira de Supermercados (Abras) de 2014 revela que o Nescau/Nestlé é o mais vendido seguido do Toddy/Pepsico. Seguindo o critério de marcas mais vendidas no Brasil, o Saúde Plena mostra a quantidade de açúcar presente em cada um dos produtos da categoria achocolatados.

Para se ter uma ideia, 75% dos componentes de uma embalagem de Nescau são açúcares. Na de Toddy, o percentual é de 90% .

Uma colher de achocolatado muitas vezes já é o máximo de açúcar que a criança deve consumir durante o dia!

CHOCOLATE EM PÓ

Uma boa opção para ser adicionada ao leite , mas atenção , olho na lista de ingredientes. Algumas marcas têm 50% e 70% de cacau, enquanto outras vendem açúcar com sabor de chocolate . Se o cacau for o primeiro item da lista de ingredientes, use.

CACAU EM PÓ

Sem adição de açúcar. Aí você que escolhe quanto (e se) vai adoçar. Pode ser encontrado em lojas de confeitaria – mas também é cada vez mais fácil de achar nas redes de supermercado.

Dicas práticas

Se o seu filho estiver acostumado ao achocolatado, troque pelo chocolate (ou cacau) em pó e adoce – vai ser preciso readaptar o paladar, acostumado com o doce do achocolatado. Com o tempo, vá tirando o açúcar. Você vai notar cada vez melhor o sabor do cacau.

Tem técnica para dissolver: misture o pó com um mínimo de leite, mexa bem e só depois acrescente o restante do leite. O chocolate e o cacau em pó são  menos solúveis do que o achocolatado.

Considerando as crianças que comem bem, um achocolatado de vez em quando não faz mal. Mas é importante regrar o consumo: uma porção ao acordar. E nunca substitua uma refeição por um copo de leite .

Para não “viciar” o paladar e, ao mesmo tempo, variar os itens do café da manhã, o ideal é revezar o leite com chocolate com vitaminas à base de frutas, como morango, banana, pera, maçã e abacate.

Fica a dica.

Anúncios

Escrito por Dra Fernanda Naka

Pediatra

um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s