Essas pequenas transições soam doloridas aos pais , pois trazem uma sensação de perda . Seu bebê cresceu e agora está em uma nova fase . Aceitar o crescimento da criança é a primeira batalha dos pais a se vencer. A chupeta está bastante associada à fragilidade do bebê, representa a necessidade dos cuidados , assim como a mamadeira, no sentido de dar conforto e segurança.

Tirar esse hábito não devem ser encarados como perda, pois não tem nada de prejuízo. É, sim, um benefício à criança. Por que na hora de trocar a fralda pela cueca é bacana e trocar a mamadeira pelo copinho não?

Quando tirar?

Não há um consenso entre os pediatras sobre a idade de retirada da mamadeira. Em geral, a recomendações é que a transição para o copo aconteça entre o primeiro e o terceiro ano de vida.

Como tirar?

No caso da chupeta, o ideal é que, de início, seu uso se limite aos horários de dormir (inclusive as sonecas, sempre tentando retirar da boca da criança assim que o sono estiver mais pesado) ou quando a criança estiver diante de um grande estresse. Ou seja, sem essa de chupeta pendurada na roupa, na hora de brincar ou na cadeirinha do carro. Depois, é limitar para o sono da noite, até que venha o combinado de jogá-la fora.

Vale contar uma boa história e convencê-lo a “doar” a chupeta para outros bebês que precisam. Dar o objeto ao Papai Noel, ao coelho da Páscoa ou é uma saída muito utilizada pelas mães e com bons resultados.

Com a mamadeira, a primeira atitude é acabar com a mamada da tarde. Explique ao seu filho que ele está crescendo e que, por isso, precisa começar a usar copo ou caneca, como os adultos e as crianças maiores fazem. Isso costuma dar certo.

A ideia é introduzir o copo de transição para água e suco. Depois, usá-lo para dar o leite do lanche da tarde, se ele existir. A mamadeira da tarde sai primeiro e depois a da manhã , introduzindo a criança ao hábito completo do café da manhã (se for com os pais, melhor ainda!). Por último, a da noite.

Para incentivá-lo a largar a mamadeira , deixe a criança escolher um copo bem bonito, do personagem preferido. Os que têm aquela tampa com bico duro e furinhos facilitam o processo para crianças mais novas. As asas laterais no copo também ajudam na coordenação.

E se a criança usa os dois ?

Retire primeiro a mamadeira e depois a chupeta , seguindo os mesmos passos discutidos anteriormente .

Quanto tempo vai demorar até seu filho esquecer os bicos?

Difícil prever, mas não passar de um mês seria um ótimo limite.

É importante não “sequestrá-los”, tirá-los quando a criança não estiver olhando, pois ela deve participar do processo. Os pais têm de dizer que estão indo guardar a chupeta ou deixar a criança guardá-la – e sempre em um local que ela tenha acesso. Para dar certo , a mudança deve ter uma meta na reta final, algo que motive seu filho a se esforçar. Pode até ser um combinado relacionado a alguma data importante ou acontecimento, como adiantar um presente que a criança esteja esperando.

Seu filho pode realmente aceitar o fim da era das chupetas e mamadeiras com extrema boa vontade, demonstrar que compreendeu a passagem e parecer feliz. Mas, na hora do aperto , ele pode regredir e pedir. E aí que os pais têm que se manter firme. Não ceda!

Anúncios

Escrito por Dra Fernanda Naka

Pediatra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s