Seu filho vive caindo , tropeçando nas coisas , sem coordenação motora adequada? Talvez ele sofra da Síndrome do desastrado.

A dispraxia ou “síndrome do desastrado” é uma disfunção motora neurológica que impede o cérebro de desempenhar os movimentos corretamente .No caso das crianças, a dispraxia é quase sempre causada por uma alteração genética que faz com que as células nervosas demorem mais para se desenvolver.Dignosticada na infância , estima-se que cerca de 10% da população mundial sofra desta doença.

Sintomas mais comuns

As queixas mais frequentes sobre estas crianças é que são crianças muito desastradas. Por vezes também existem queixas que são crianças “preguiçosas” uma vez que determinadas ações como falar, assumir a posição de sentada, engatinhar ou andar poderão ser adquiridas mais tarde. Vejamos algumas características:

– dificuldade em ficar parada ( a criança tomba para frente ou para trás ) e não consegue se equilibrar em uma perna só;

– não consegue pegar uma lápis e traçar uma reta , escrever ou desenhar ;

– dificuldade em atividades que exigem a coordenação de movimentos finos : pentear cabelo, amarrar o sapato ou escrever;

– não consegue diferenciar esquerda e direita;

– dificuldade em ações com sequência : seguir uma receita , nadar ou realizar uma coreografia;

– problemas com a orientação espacial;

– dificuldades para organizar seu pensamento;

– fazer duas tarefas ao mesmo tempo: a criança dispráxica não consegue andar e tomar sorvete ao mesmo tempo ou falar e comer.

A dispraxia pode afetar crianças de diferentes maneiras e graus. Algumas apresentam problemas leves de coordenação em seus movimentos, enquanto outras são mais severamente afetadas.

Dispraxia na escola

Os problemas podem interferir com a capacidade de uma criança para participar em atividades diárias e habilidades para a vida, incluindo a educação. Ter dispraxia não significa que a criança seja menos inteligente, mas a sua capacidade de aprendizagem pode ser afetada.

A disfunção afeta a criança quando ela está na escola, sobretudo no que diz respeito aos movimentos que ela precisa adquirir para segurar um lápis. Além disso, outros objetos que exigem determinado traquejo, como a tesoura ou a régua, também podem significar um empecilho para o pequeno.

Dispraxia na vida social

Como a criança apresenta coordenação motora , espacial e postural , é comum que ela fique mais isolada, à parte das brincadeiras com outras pessoas de sua faixa etária , como correr, pular, chutar.

Tratamento

O tratamento para dispraxia é feito através de terapia ocupacional, fisioterapia e fonoaudiologia, pois são técnicas que ajudam a melhorar tanto os aspectos físicos da criança como a força muscular, equilíbrio e também os aspectos psicológicos, proporcionando mais autonomia e segurança. Deste modo, é possível ter um melhor desempenho nas atividades diárias, relações sociais e capacidade para lidar com as limitações impostas pela dispraxia.

Dessa forma, deve ser feito um plano de intervenção individualizado, de acordo com as necessidades de cada pessoa. No caso das crianças, é ainda importante envolver os professores no tratamento e orientações dos profissionais de saúde, para que saibam lidar com os comportamentos e ajudam a ultrapassar obstáculo de forma contínua.

Exercícios para fazer em casa

• Montar quebra-cabeça : além de estimularem o raciocínio, ajudam a criança a ter melhor percepção visual e do espaço;

• Incentivar a criança a escrever no teclado do computador: é mais fácil que escrever manualmente, mas também requer coordenação;

• Apertar uma bola anti-stress: permite estimular e aumentar a força muscular da criança;

• Atirar uma bola: estimula a coordenação e a noção de espaço da criança.

Anúncios

Escrito por Dra Fernanda Naka

Pediatra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s