Aproximadamente a cada minuto , uma criança fica cega no mundo. São dados da Sociedade Brasileira de Oftalmologia Pediátrica. Confesso que estes números são assustadores até para nós , pediatras.

Desse total, é possível afirmar metade desse número foi causado por doenças evitáveis, entre preveníveis (rubéola, toxoplasmose, deficiência de vitamina A) ou tratáveis (etinopatia da prematuridade, catarata, glaucoma).Para reduzir a incidência de casos , foi instituído o Teste do Reflexo Vermelho ou “Teste do Olhinho”. O Teste é obrigatório nas maternidades brasileiras e deve ser feito antes da alta hospitalar do recém nascido .

É um exame simples, rápido e indolor, que consiste na identificação de um reflexo vermelho, que aparece quando um feixe de luz ilumina o olho do bebê.Para que este reflexo possa ser visto, é necessário que o eixo óptico esteja livre, isto é, sem nenhum obstáculo à entrada e à saída de luz pela pupila.

Quando há alteração da cor do reflexo , que deve ser vermelho , temos o pré diagnóstico de algumas doenças : retinoblastoma , glaucoma congênito, catarata congênita .

O teste não serve para verificar se a criança enxerga ou para verificar a necessidade do uso de óculos.Serve para a prevenção de doenças que podem levar à cegueira ou até a morte ( como no caso do retinoblastoma).

As doenças que levam a cegueira

Retinoblastoma

O nome assusta e a doença também . É um tumor de células do olho , que se inicia dentro da barriga da mãe , durante o desenvolvimento da retina. A retina é a parte responsável pela visão , que fica na parte mais posterior do olho.

Com o desenvolvimento do tumor , ao colocar a luz e observar o fundo do olho da criança , aparece um reflexo esbranquiçado . O tumor pode atingir um ou os dois olhos e aparece com maior frequência em crianças recém-nascidas até os 5 anos de idade. O tratamento é cirúrgico.

Catarata

Apesar de se manifestar especialmente a partir dos 50 anos de idade, a catarata não é uma patologia que comprometa apenas os adultos. Crianças podem nascer com o cristalino – lente natural do olho – opacificada e também podem ter a visão embaçada e as cores esmaecidas ainda na infância. Elas precisam de tratamento urgente quando têm este diagnóstico, para evitar a perda parcial ou total da visão.

Na infância, a catarata congênita responde por até 40% de todas as causas de cegueira. Afeta um em cada 250 recém-nascidos e é provocada por doenças infecciosas contraídas pela mãe durante a gestação, como a rubéola, a sífilis e a toxoplasmose.

Glaucoma

É uma doença rara, hereditária, caracterizada pelo aumento da pressão intraocular em crianças portadoras de má formação nos olhos. Pode atingir apenas um ou os dois olhos e costuma estar associado a outras doenças.Quando o diagnóstico não é realizado a tempo, a doença leva à cegueira irreversível.

Zelar pela saúde dos olhos deve ser uma tarefa permanente – tem início nos primeiros instantes de vida e se estende pela infância, adolescência e fase adulta, até a velhice. Manter uma alimentação saudável, usar óculos de grau e de sol de qualidade e se submeter a uma rotina periódica de exames preventivos é a combinação ideal para preservar a boa visão, detectar e tratar doenças precocemente e evitar consequências mais graves, que podem incluir perdas irreparáveis.

Anúncios

Escrito por Dra Fernanda Naka

Pediatra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s