Queimadura de sol em crianças : o que fazer ?

No verão, é comum se exceder no sol e ficar um pouco vermelha devido às altas temperaturas. Conseguir ir com a família para uma praia ou piscina é o sonho de todo o mundo. Mas, qualquer prevenção é pouca e às vezes as crianças podem apresentar algum grau de queimadura por exposição ao sol.

Aproximadamente 30% dos adultos, 70% das crianças e adolescentes relatam pelo menos uma queimadura solar durante o período de um ano .

O primeiro sintoma a surgir é a vermelhidão, que aparece 3 a 5 horas após a exposição solar e ficando pior durante o período de 12 a 24 horas após a exposição. A vermelhidão dura cerca de 3 dias e geralmente é acompanhada de dor e ardência, seguida de descamação. Nos casos mais severos há dor severa, bolhas e insolação.

O que fazer

banho gelado: No caso de queimaduras, o banho gelado é um cuidado essencial. A água fria alivia a dor  e evita que a pele resseque ainda mais.

Queimadura de sol é como a de fogo. O mais importante é ver se tem bolha, o que caracteriza um caso mais grave. Se estiver só vermelho, a orientação é tomar muito líquido para hidratar e ficar de olho na temperatura, porque pode dar febre.

hidratante: O melhor amigo dos cuidados pós-sol ainda é a hidratação. Por isso, opte por hidratar a pele sempre depois do banho frio, pois quando úmida, ela absorve melhor os princípios ativos dos cremes.

Use produtos hipoalergênicos , em grande quantidade , nas áreas avermelhadas.

não cutuque : Nunca fure as bolhas e quando elas estourarem sozinhas, jamais puxe a pele, pois você pode feri-la. As bolhas protegem a pele nova e sensível que ainda vai amadurecer.

produtos : Cremes calmantes que possuem calamina, aloe Vera, camomila, calêndula ou alfa bisabolol são os mais indicados para o alívio dos sintomas e para evitar a descamação da pele. Às vezes é necessária a utilização de anti-inflamatórios e analgésicos orais receitados por um médico.

Nunca use formulações caseiras . Pele de criança é muito sensível e com frequência podem apresentar piora da irritação .

Como evitar?

Use protetor solar com fator de proteção acima de 30 , nas crianças de pele morena e acima de 50 nas peles mais claras. Bebês só podem fazer uso de protetor acima de 6 meses .

Deve-se passar o fotoprotetor pelo menos 30 minutos antes da exposição solar, ainda sem roupa, para que não restem áreas desprotegidas. Entre as partes do corpo que merecem maior atenção, estão a face, o tronco e os membros. É importante não se esquecer das orelhas, do pescoço e do dorso das mãos e dos pés.Para os lábios, a melhor opção, na opinião dos especialistas, é o protetor em bastão. A reaplicação precisa ser feita a cada hora ou quando houver longa permanência na água.

Quando utilizar qualquer produto pela primeira vez , faça um teste : aplique em uma pequena área por 3 dias . Se não houver irritação , aplique no corpo todo .

Use e abuse de bonés , chapéus e blusas com proteção UVA e UVB. Os bebês não possuem cabelos e a área da cabeça fica desprotegida , por isso é fundamental o uso contínuo de chapéus e a proteção de um guarda – sol.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s