Criados pelo inglês Edward Bach, na década de 30, prometem auxiliar a transformar os sentimentos negativos que afetam o equilíbrio e a harmonia. Indicados para pessoas de qualquer faixa etária, os florais são feitos a partir de plantas e florais naturais.

Bacteriologista e patologista, o médico abandonou sua clínica para se dedicar na d ao estudo de plantas. Buscava uma alternativa aos remédios tradicionais, criados para ajudar nosso organismo a debelar doenças e bactérias, mas que não costumam aplacar o sofrimento emocional. A conclusão de Bach: existem 38 flores capazes de nos ajudar a lidar com as mais diversas emoções negativas.

Um dos princípios dos florais de Bach é que o estado emocional do indivíduo influencia o bem-estar físico produzindo ou curando doenças. Acredita-se que o pensamento positivo possa ajudar a curar doenças e promover o bem-estar e que os pensamentos negativos possam causar doenças físicas ou emocionais.

Oferece risco as crianças ?

Não.Os efeitos colaterais e o risco de intoxicação estão descartados, já que os florais são bastante diluídos. É por isso que o Ministério da Saúde não os considera remédios e eles podem ser comprados sem receitas e fora de farmácias, diferentemente dos fitoterápicos.

Não há estudos que comprovem a sua eficácia , mas utilizá-las na tentativa de melhorar alguns males não há contra indicação.

Como usar?

Dr. Bach queria que seu sistema fosse fácil de usar. Qualquer um pode por isso selecionar e tomar remédios sem ajuda profissional. Você não necessita de técnicas especiais nem de capacidades místicas. Aqui está tudo o que tem de fazer.

Suponhamos que você sofra de asma. Não existe nenhum floral de Bach para a asma visto que esse é um problema físico. Por esse motivo, o primeiro passo é esquecer seus problemas físicos e, em vez de se concentrar na asma, pensar em como se sente do ponto de vista emocional e que tipo de pessoa você é.

Os remédios funcionam a um nível emocional. Se você necessita ajuda para um problema físico deveria consultar um médico qualificado, juntando, se possível, a utilização de florais.

Você pode escolher até seis ou sete remédios desse jeito. Não se preocupe se sua seleção não for a mais acertada, porque se um remédio não lhe for necessário, ele simplesmente não surtirá efeito nenhum – e certamente também não piorará seu estado.

A experiência, no entanto, tem demonstrado que tomar demasiados remédios juntos tende a diminuir o efeito. Isso significa que não vale a pena misturar os 38 remédios para acabar com todos os males de um só golpe!

Para saber qual floral é o mais indicado , consulte os sites disponíveis, com a indicação de cada uma das 38 essências . Se surgir dúvidas , procure um terapeuta especializado no assunto.

Recomenda-se o uso de 2 gotas , diluídas ou pingadas diretamente na boca , por dia .Outra opção é despejar duas gotas do floral num frasco de 30 mililitros e completar com água. Mantenha essa mistura na geladeira e tome quatro gotas, pelo menos quatro vezes ao dia. Se você acreditar, pode ser que funcione.

Terapeutas afirmam que cada caso deve ser tratado individualmente , pois existem uma série de combinações dos florais . Pessoas com os mesmo problemas podem tomar florais distintos. Por exemplo : para “crianças desligadas”, que demonstram falta de interesse pelas circunstâncias presentes, o indicado é o floral Clematis. Já o floral White Chestnut ajuda no discernimento, para os pequenos que, apesar de terem mil idéias, mas não conseguem finalizar nenhuma.

Fica a dica.

Anúncios

Escrito por Dra Fernanda Naka

Pediatra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s