Saiba quando uma picada de inseto é perigosa para o seu filho

Verão e praia é sinônimo de pernilongo, mutuca e muita picada de inseto. O repelente ajuda, mas é praticamente inevitável que a criança leve uma picada um dia.Os pernilongos e mosquitos, que geralmente são os que nos picam, dificilmente provocam reações graves.

Já insetos como abelha e marimbondo exigem mais cuidado, pois podem disparar crises de alergia e deixar seu ferrão na pele. A recomendação aqui é não espremer ou cutucar a ferida, pois isso faz com que o ferrão penetre ainda mais na pele e piore a situação.

Tipos de picada

Vamos separar em dois tipos de picada : alguns insetos injetam veneno ( abelha , formiga ,aranha e escorpião) e outros sugam sangue ( pernilongo , pulga , piolho , carrapato).

insetos venenosos : geralmente provoca a picada em regiões expostas ( braços , mãos , pernas e pés ) e as feridas são mais intensas : vermelhidão no local , dor , edema e presença de um furinho na pele .Mas, a gravidade vai depender do tipo de animal que picou, da idade de quem é picado (em crianças e idosos é mais perigoso) e das alergias ou suscetibilidades que a pessoa tenha pelas toxinas específicas.

insetos que sugam o sangue : há muito prurido (coceira ) e pouca ou nenhuma dor . Costumam infeccionar devido ao prurido e lesão da pele com as unhas .

Como saber qual bicho picou?

Pelo tipo de lesão , local e quantidade de picadas dá para se ter uma idéia do inseto e determinar se o quadro é grave ou não :

Geralmente são múltiplas e muito dolorosas.Mais frequente nos pés.

Se tiver ferrão , retire-o. Geralmente a pessoa viu o inseto ou ele está próximo , pois a abelha morre logo após a ferroada.

Apresenta no local da picada uma área de necrose , isto é , a pele fica preta e morre . Não dá para saber se a aranha é venenosa somente pelo aspecto da picada . Em caso de suspeita , a criança deverá permanecer em observação.

O que mais chama atenção é a dor. Muito intensa , geralmente há necessidade de realizar um anestésico injetável no local .

O tamanho depende da reação provocada pelo organismo . Algumas pessoas são alérgicas e terão reações mais intensas . Sempre ocorrem em áreas expostas.

Diferente das outras , elas ocorrem em áreas cobertas : barriga , dobras das pernas e costas. São múltiplas e coçam muito .

Bem característica, tem um halo e frequentemente o inseto está na pele.

Em geral, as lesões mais simples regridem sozinhas em poucos dias. O gelo alivia a coceira e, além das pomadas com antialérgico, outras mais naturais, à base de aloe vera e arnica, por exemplo, também amenizam o desconforto.

O que fazer no caso de acidente com escorpião?

A gravidade depende de fatores, como a espécie e tamanho do escorpião, a quantidade de veneno inoculado, o tamanho do acidentado ( criança ou adulto) e a sensibilidade do paciente ao veneno. Influem na evolução o diagnóstico precoce, o tempo decorrido entre a picada e a administração do soro e a manutenção das funções vitais.

A grande maioria dos acidentes é leve e o quadro local tem duração limitada. Nas crianças abaixo de 7 anos há maior risco de alterações sistêmicas que podem levar a alterações cardíacas e pulmonares graves . Requer soroterapia específica e observação hospitalar.

Com base nas manifestações clínicas, os acidentes podem ser inicialmente classificados como:

a) Leves: apresentam apenas dor no local da picada e, às vezes, diminuição da sensibilidade ou formigamentos .

b) Moderados: caracterizam-se por dor intensa no local da picada e manifestações sistêmicas do tipo sudorese discreta, náuseas, vômitos ocasionais, taquicardia, taquipnéia e hipertensão leve.

c) Graves: além dos sinais e sintomas já mencionados, apresentam uma ou mais manifestações como sudorese profusa, vômitos incoercíveis, salivação excessiva, alternância de agitação com prostração, bradicardia, insuficiência cardíaca, edema pulmonar, choque, convulsões e coma.

O que NÃO fazer em caso de acidente escorpiônico :

• não amarrar ou fazer torniquete;

• não aplicar qualquer tipo de substância sobre o local da picada (fezes, álcool, querosene, fumo, ervas, urina), nem fazer curativos que fechem o local, pois isso pode favorecer a ocorrência de infecções;

• não cortar, perfurar ou queimar o local da picada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s