Colar de âmbar mata , então NÃO use por favor !

Você sabe o que é o colar de âmbar? Se ainda não o conhece, é bem provável que já tenha visto algum bebê utilizando a peça em fotos na internet ou até mesmo nas ruas.

O acessório é feito com pedrinhas de âmbar, uma resina vegetal que virou fóssil há um zilhão de anos .Esse material tem como princípio ativo o ácido succínico, substância que algumas pessoas acreditam que ele funciona como analgésico e anti-inflamatório natural, amenizando dores da fase de dentição e as cólicas.

O efeito do produto se baseia em um mito de que , em contato com a pele , o aumento da temperatura nas bolinhas mágicas faz uma vaporização da substância, facilitando a sua absorção .

Disseminado por blogueiras e aceito por famosas , não é raro ver um bebê desfilando com o acessório por aí. Provavelmente para dar um certo ar ” cool” e descolado , porque o âmbar não tem efeito nenhum .

Além de não existir nenhum estudo científico que comprove os benefícios do colar, a prática pode ser perigosa, de acordo com um estudo recente apresentado pela Sociedade de Pediatria Canadense. Segundo o órgão, por estar no pescoço da criança, o acessório pode levar a enforcamentos. Caso o objeto se rompa, o risco é ainda maior, já que o bebê ainda pode ingerir as pedrinhas e morrer sufocado.

Por esses motivos, o uso do colar não é recomendado pelos pediatras. Não há estudos que comprovem a eficácia dele em aliviar as dores do bebê.

Mas a filha da Gisele usa …

Vai usar? Se, mesmo ciente dos perigos, você decidir usar o colar em seu bebê, preste atenção em alguns detalhes para minimizar os riscos:

– Não coloque a criança para dormir com o colar.

– Retire o colar durante o banho para evitar o desgaste do cordão.

– O fio do colar deve ter um nó entre cada conta. Assim, em caso de ruptura, apenas uma cai;

– Para crianças de qualquer idade, o colar deve ter entre 33 e 36 cm. Assim, não fica apertado nem frouxo;

– O fecho deve ser de rosquear e coberto por âmbar, para o bebê não conseguir abrir;

– Não pense que a tornozeleira ou a pulseira são mais seguros e com isso justificar o seu uso .

Na verdade, a venda do colar de âmbar é considerada ILEGAL no Brasil, mas mesmo assim este produto ainda é muito comercializado por aqui. O colar de âmbar não está registrado na Anvisa..

Não vale o risco . Reflita . Leia .

Fica a dica .

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s