Termômetro de mercúrio : proibido em 2019

A partir de 1º de janeiro de 2019, está proibida a fabricação, importação e comercialização dos termômetros e medidores de pressão que utilizam mercúrio. A medida também inclui a proibição de uso destes equipamentos em serviços de saúde.

A resolução, entretanto, não veta o uso doméstico de termômetros de mercúrio para quem que já possui o equipamento.

Por quê?

A nova determinação cumpre o compromisso assumido pelo Brasil na Convenção de Minamata, que debateu os riscos do uso do mercúrio para a saúde e para o meio ambiente. A contaminação do solo e da água leva a presença da substância nos alimentos , vegetais e animais .

Existem duas formas de contaminação por mercúrio, elas são:

Contaminação ocupacional: É a que ocorre no ambiente de trabalho, como de garimpeiros que utilizam o mercúrio para extração de ouro, nas minerações e em indústrias que produzem lâmpadas fluorescentes e de cloro-soda.

Contaminação ambiental:É a que ocorre principalmente pela alimentação, como na ingestão de peixes contaminados, pois esse envenenamento passa lentamente do organismo das presas para o dos predadores. Esse tipo de contaminação se dá mais por compostos orgânicos de mercúrio, predominantemente o metilmercúrio.

Um exemplo que podemos citar é o que ocorreu na Baía de Minamata, no Japão, onde se construiu uma fábrica que lançava um derivado do mercúrio no rio. Com o tempo, os peixes e os moluscos, alimento dos pescadores dessa ilha e de suas famílias, foram contaminados. Os primeiros a morrerem foram os peixes, seguido pelas aves e pelos gatos que se alimentavam desses peixes e bebiam da água.

Depois , centenas de pessoas passaram a adoecer gravemente, principalmente com danos no sistema nervoso. Até os bebês começaram a nascer com deficiências físicas e mentais, pois o mercúrio pode ultrapassar a placenta e atingir o feto.

A exposição a longo prazo pode levar a problemas do sistema nervoso central com disfunção neural, paralisia e disfunção da tireoide.

Você tem termômetro com mercúrio em casa?

Os termômetros digitais vêm substituindo os termômetros com mercúrio há alguns anos.A quantidade de mercúrio presente em termômetros de uso caseiro não chega a ser comprometedora, mas em caso de acidentes é importante tomar as seguintes precauções. Veja como fazer o descarte :

• Não permita que crianças brinquem com as bolinhas de mercúrio.

• Utilize luva e máscara e recolha com cuidado os restos de vidro em toalha de papel e coloque em recipiente resistente à ruptura, para evitar ferimento e feche hermeticamente.

• Transfira o mercúrio recolhido para o recipiente de plástico duro e resistente, feche hermeticamente e cole um rótulo indicando o que há no recipiente.

• Não use aspirador, pois isso vai acelerar a evaporação do mercúrio, assim como contaminar outros resíduos contidos no aspirador.

• Coloque o recipiente em uma sacola fechada.

• Entre em contato com o serviço de limpeza urbana do seu município ou órgão ambiental (Estadual ou Municipal) para saber como proceder a entrega do material recolhido.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s