Como estragar o apetite do seu filho com 3 frases

Uma das principais queixas das mães nos consultórios é a de que o filho não come nada, que rejeita praticamente tudo, chora ou faz birra diante do prato. Diante disto , o horário das refeições vira um verdadeiro campo de batalha , desgastante, misturando o desespero da mãe , pela criança não se alimentar adequadamente , com o medo do filho , que é alvo de ameaças .

No Brasil, as dificuldades para comer atingem mais de 50% das famílias .

Um estudo feito por uma universidade brasileira analisou o comportamento dos pais ao oferecer as refeições aos filhos . Cerca de 96% dos pais dão ordem para conduzir a alimentação , isto é , mandam ( na verdade obrigam sob forte ameaça ) seus filhos a comer o alimento .

Mas atenção : este tipo de comportamento pode levar a uma verdadeira aversão do pequeno à comida. Se os pais forçam ou impõem algum alimento, a criança começa a associar alimento com castigo e brigas. Aí , é só chegar com o prato que a criança já sai correndo.

Como evitar isso ? Ora , certamente devemos reavaliar certos erros que cometemos na hora das refeições dos nossos filhos . Veja :

“Você só vai sair da mesa se comer tudo o que está no prato”

A criança pode estar satisfeita com uma quantidade menor do que a colocada no prato. Forçar a terminar tudo nem sempre é necessário , principalmente se você colocou alimentos que não agradam , como as verduras.

Essa estratégia pode ter um efeito imediato, mas é danosa para o desenvolvimento do paladar da criança e pode criar traumas que se estendem para a adolescência e vida adulta – “odeio brócolis porque meu pai me obrigava a comer” / “não posso ver beterraba que dá vontade de vomitar”.

“Se você comer tudo ganha uma sobremesa”

Esse tipo de barganha não é legal pelo simples fato de que alimentação não pode ser vista como uma punição a ser recompensada. Essa estratégia pode prejudicar o controle da fome e saciedade e, a longo prazo, levar a obesidade.

O melhor é explicar que as verduras são importante fonte de vitaminas, que elas o ajudarão a crescer de forma mais saudável. Eu costumo dizer que faz o cabelo crescer mais bonito ou deixará mais alto e mais forte que os coleguinhas .

“Olha o aviãozinho”

Essa frase é tão exaustivamente usada que se tornou um clichê para a hora da alimentação infantil. Fazer gracinha na hora da comida e esperar a boca abrir para enfiar a colher goela abaixo certamente não faz bem.

A criança distraída com tablets ou brinquedos não associa o horário da alimentação com o que está sendo oferecido . Não distingue as texturas , cores e tipos de alimentos . Não há prazer . Se ela perde o foco da alimentação, vai comer sem prestar atenção e isso pode enveredar para dois caminhos opostos: desnutrição ou obesidade, já que ela não tem controle sobre a forma como está comendo e sobre o que o seu corpo está lhe dizendo.

Não brigue

A hora da refeição deve ser prazerosa : a criança deve ficar feliz é ter uma expectativa sobre qual alimento será oferecido desta vez . Se você grita ( “come tudo!“) , ameaça (” senão comer vai ficar doente e tomar remédio “) ou bate , a hora passa a ser de tortura , para você e para a criança .

Não force . Se estiver sem paciência , dê um intervalo e ofereça mais tarde . Divirta-se e nunca faça isso com pressa . É um tempo de carinho , reservado para vocês e irá refletir muito no dia a dia com o seu filho.

Toda mãe que acha que o filho não está comendo deve procurar um profissional para ser avaliada, porque, mesmo que a criança esteja bem de saúde, existe um problema com a mãe, que está sofrendo e precisa de ajuda e de orientação para que a hora da refeição volte a ser prazerosa.

Existem alguns casos de recusa provocados por transtornos alimentares ou doenças, mas que apenas uma investigação criteriosa pode determinar o problema.

O mais comum mesmo é a criança comer pouco porque enche a barriguinha com outras coisas . Guloseimas ( bolachas e doces ) e a mamadeira são os vilões mais comuns desta história .

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s