Lavagem nasal com açúcar?

A lavagem nasal é um dos procedimentos mais prescritos por pediatras . Usada para a higienização do nariz , pode reduzir em até 40% a incidência de gripes e resfriados . Serve como tratamento coadjuvante em gripes , resfriados , sinusites e rinites.

Vou descrever aqui as perguntas mais frequentes e também as novidades sobre este processo tão importante :

1. Posso usar água com sal?

Não.Alguns pais fazem a diluição de água mineral e sal , para evitar conservantes e economizar , mas essa prática não é recomendada. Erros na diluição e contaminação da mistura são os principais problemas do uso .

2. Seringa ou conta gotas ?

Podem ser utilizadas as duas formas . Cuidado ao realizar a limpeza com a seringa , pois se o jato for muito forte , a secreção nasal e as bactérias podem ser carregadas para a tuba auditiva , principalmente nos bebês , aumentando a incidência de infecções de ouvido.

O pote neti também pode ser utilizado , mas a quantidade de soro gasta é muito maior do que as outras formas .

3. Qual a posição correta?

A posição correta é sentada , com a cabeça inclinada para frente . Quando feita na criança deitada , a lavagem pode levar bactérias e vírus para os ouvidos e aumentar a frequência de otites .Sentada , a criança não engasga e o soro é facilmente deglutido .

Em bebês até 6 meses , se você estiver sozinha , talvez seja mais fácil realizar com a criança deitada .

4. Qual o volume que posso aplicar?

Não existe uma quantidade fixa para isso, nem por idade. Isso varia muito se a criança está mais secretiva, se tem algum processo infeccioso associado, ou se é somente para limpeza nasal. Comece com pequenas quantidades, como 0,5 a 1 ml em cada narina para os bebês, e depois repita quantas vezes forem necessárias. Conforme você adquire segurança ao fazê-lo, pode aumentar a quantidade se houver necessidade. Em crianças maiores podem ser utilizados até 5 ml .

5. Spray , seringa ou jato continuo?

Não há diferença entre os mecanismos . Pela praticidade , os sprays e jatos são mais fáceis de serem utilizados e também são mais seguros quanto a contaminação do soro : o ideal é usar seringa descartável por três dias e depois trocar. Quanto ao soro , compre flaconetes ou embalagens pequenas , para evitar a exposição prolongada a germes enquanto mantido na geladeira . Jogue fora após 3 dias .

6. Tem que sair pela outra narina?

Não, não precisa! A secreção pode sair ou não, a depender da quantidade de soro colocada, a quantidade de secreção, e o jato. O mais comum é  sair um pouco de soro pela própria narina, o soro sair pela boca ou a criança engolir.

7. Qual a temperatura do soro ?

O ideal é o soro estar em temperatura ambiente ou morno, nunca gelado. Dessa forma, mesmo a secreção mais espessa consegue ser eliminada.

8. Lavagem com xilitol

Sim , o xilitol faz bem a mucosa nasal . Açúcar usado com frequência em pasta de dente , chicletes e adoçantes , agora também está presente no soro nasal . Ele melhora a imunidade local , dificulta a proliferação de bactérias e reduz as crises alérgicas , como as rinites .

Quando realizada com frequência , reduz as infecções de ouvido e melhora os quadros de sinusite crônica .

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. Yamada disse:

    Excelente matéria. Abordagem explicativa, simples e completa

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s