Não use óleo de côco na alimentação

Óleo de côco possui tantas indicações que fica sendo quase qualificado como um alimento milagroso : acelera a queima de gordura , melhora o sistema imunológico , pois combate a fungos, vírus e bactérias , faz bem para pele e cabelos . Mas recentemente entidades médicas rebatem o burburinho em torno do alimento.

Não há nenhuma evidência científica que comprove que ele faça bem para a saúde de forma geral.Para a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia , o consumo de óleo de côco trata-se de um modismo que, no fim das contas, pesa no bolso e pode custar caro para a saúde. Rico em gorduras saturadas, o produto pode aumentar o colesterol e o risco de aterosclerose se consumido em excesso.

A Associação Brasileira de Nutrologia ( ABRAN) também possui uma posição contrária ao consumo do óleo de côco: a entidade reforça que não há estudos relevantes que comprovem a eficácia do produto e faz as seguintes recomendações:

• não deve ser prescrito na prevenção ou no tratamento da obesidade;

• não deve ser prescrito na prevenção ou no tratamento de doenças neuro-degenerativas;

• não deve ser prescrito como nutriente antimicrobiano;

• não deve ser prescrito como imunomodulador.

Recentemente, um estudo, publicado pela Associação Cardíaca Americana, apontou que o óleo de côco pode fazer tão mal para a saúde quanto a manteiga ou a gordura animal por causa da quantidade de gordura saturada que ele contém. Segundo a pesquisa, 82% da gordura do produto é satuarada. Para ter uma ideia, a taxa é maior que a da manteiga, com 63%, e da banha de porco, com 39%.

Não há nenhuma indicação para o seu uso em crianças .

Ele é é fonte de gordura saturada e essa substância que tem forte correlação com doenças cardiovasculares e como toda gordura saturada, só deve ser consumida com moderação.

Qual óleo usar?

O óleo de canola é um dos mais saudáveis, pois possui elevada quantidade de Ômega-3 (reduz triglicerídios e controla arteriosclerose), vitamina E (antioxidante que reduz radicais livres), gorduras mono-insaturadas (reduzem LDL) e o menor teor de gordura saturada (controle do colesterol) de todos os óleos vegetais. Médicos e nutricionistas indicam o óleo de canola como o de melhor composição de ácidos graxos para as pessoas interessadas em dietas saudáveis.

Mitos e verdades sobre o óleo de côco:

Ouvi dizer que o óleo de coco…

…previne contra alzheimer e doenças do coração

Falso.Não há estudos sérios e conclusivos que demonstrem qualquer caráter terapêutico

…emagrece

Falso.Também não há nenhum estudo conclusivo que o ligue ao emagrecimento

…é bom para o cabelo

Verdade . Assim como vários tipos de óleo. Mas pessoas com caspa ou couro cabeludo oleoso podem ter condições pioradas

…se usado como bochecho deixa os dentes brancos

Falso.Não há evidência disso; funcionaria no máximo como um sabão. A prática pode levar à ingestão de óleo

…é bom para a pele

Falso.A substância não possui ação antibacteriana, antifúngica ou antiviral e pode agravar a acne e outras condições

Ou seja , não possui nenhuma indicação para ser utilizado em higiene íntima , por ser mais “natural”.

Atenção aos modismos e sempre procure fontes de informação confiáveis . As entidades e associações médicas sempre se baseiam em estudos científicos e por isso são as fontes mais importantes para recomendação de novos alimentos .Fique atenta!

Anúncios

2 comentários Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s