Febre não é doença e faz bem ao corpo

A febre é uma das queixas mais comuns nos atendimentos pediátricos: 20 a 30% das consultas nos consultórios, 65% das consultas nos serviços de emergência, chegando à 75% nos atendimentos telefônicos e WhatsApp . Mas por que temos tanto medo ?

Febre não é doença , mas sintoma

A febre não é doença , mas um sintoma de infecção ou inflamação. As causas mais comuns são infecções virais, como respiratórias, urinárias, otites, amigdalites e pneumonias. Na maioria das vezes, no entanto, trata-se de um sintoma benigno que vai embora espontaneamente. Você leu certo : tende a desaparecer sozinha, sem a necessidade de medicação.

A febre é uma reação normal do organismo para protegê-lo. Ajuda a aumentar nossa imunidade, as nossas defesas.

Acima de 37,8º podemos considerar uma criança febril, o que não quer dizer que temos que medicar. Nesse caso, tirar as roupas, dar banhos (nem frio, nem quente), hidratar oferecendo água e líquidos a vontade, medir novamente a temperatura após 30 minutos. Na maioria dos casos a febre vai desaparecer sem medicação.

Mas eu tenho medo de dar convulsão

A convulsão febril costuma acontecer entre os 6 meses e os 6 anos de idade, é benigna, não deixa sequelas e não precisa de medicamentos preventivos. Tem muito a ver com a subida, ou descida, brusca da temperatura; pode acontecer com 37,5 ou 39º, não é o número em si, mas a predisposição. É mais comum se houver familiares que já tiveram o mesmo quadro quando crianças.

Quando devo me preocupar?

Há algumas situações que requerem um alerta maior, destacadas a seguir:

• Bebês abaixo de 3 meses de idade com temperaturas acima de 38º ou abaixo de 35,5º;

• Quando, após normalizar a temperatura, a criança se mantiver irritada, com choro persistente ou muito “largadinha”, mole, apática, com pouca reação, sem querer mamar;

• Quando a febre estiver acompanhada de sintomas persistentes como dor de cabeça intensa, pele com manchas avermelhadas, vômitos que não cessam, irritabilidade extrema ou sonolência, dificuldade importante para respirar.

A criança febril fica com o rosto vermelho, o coração acelerado, respira mais rápido que o normal, sente frio e fica abatida. As mãos e os pés ficam frios e algumas podem ter dores de cabeça e musculares. Por isso , reavalie o estado geral da criança quando a temperatura baixar.

Quanto tempo leva para a temperatura deve baixar após a medicação?

Normalmente, é preciso esperar de 30 a 40 minutos para a temperatura diminuir. E o principal objetivo não é fazer a temperatura voltar a 36,5 ºC (normal), e sim aliviar o mal-estar da criança.

Mas a febre não abaixa!

Em algumas situações é possível alternar antitérmicos com diferentes composições a cada três horas ( como dipirona e paracetamol , por exemplo ). As compressas e banhos morno / frio também são coadjuvantes para baixar a temperatura.

Nunca dê banho com água e álcool, nem faça compressas com álcool, pois há risco de a criança inalar essa substância ou ter uma reação alérgica. Opte também por roupas de algodão e ofereça muita água .

Verifique a validade e a dose da medicação . Estes erros são comuns e dificultam o controle da temperatura.

Febre faz bem ao organismo

Criança com febre tem um corpo saudável que reage a agressões . O preocupante é quando há uma infecção de maior gravidade – infecção de ouvido com pus , pneumonias , por exemplo – sem o aumento da temperatura . Neste caso , não houve o principal “alarme” e a infecção pode se alastrar rapidamente .

A alta temperatura pode realmente ajudar as crianças na batalha de uma doença. Especialistas afirmam que a febre força a criança desacelerar, descansar e dormir mais. Itens vitais na recuperação.

Evite levar a criança ao Pronto Atendimento logo após o início da febre . Os indícios de infecções de garganta ou de ouvido , alterações laboratoriais para diagnóstico de dengue ou infecção de urina demandam tempo . Dificilmente o médico fará o diagnóstico do motivo da febre antes de 24 horas .

E não fique desesperada quando a temperatura subir . Mantenha a calma e observe a presença de sinais e controle a frequência dos picos de febre.

Fica a dica

Anúncios

1 comentário Adicione o seu

  1. Juliana Miria Tunisse disse:

    Olá Dr. tudo bem?
    Gostaria muio de poder contar cm a Dr. para sanar algumas dúvidas.
    Minha filha tem trés anos e sete meses ,ela tem bronquite e é super alérgica , noto q tem olheiras e quando fica cm crise elas ficam profundas e mais escuras.
    Noto também que quando tem crise e tosse muito sempre vem acapanhada de febre , essa febre vai e volta ,medicamos e depois e
    horaseaté de dias desaparece, tipo do nad

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s