Conheça as diferenças entre os sucos de caixinha

A praticidade de um suco pronto é quase irresistível: não precisa comprar a fruta fresquinha, descascar, picar, espremer ou liquidificar. Basta abrir a embalagem e aproveitar a bebida. Apesar de serem grandes aliados na correria do dia a dia, os alimentos industrializados devem ser consumidos com moderação.

Você sabe a diferença entre suco, néctar e refresco? É possível que mesmo sem perceber, você já se confundiu. Por isso, vamos especificar as variações e as peculiaridades que distinguem as bebidas.

REFRESCO EM PÓ

Suco na menor quantidade (no caso da laranja, deve ter 1g de fruta por 100g do pó. Isso dá, em média, o equivalente a 0,02% de suco após diluição). Tem uma concentração de fruta menor do que um refrigerante .

REFRIGERANTE DE FRUTA

Água gaseificada + suco de fruta (mínimo de 5%) + açúcar + ingredientes opcionais (vitaminas, sais minerais, fibras e aditivos alimentares).

NÉCTAR

São bebidas que podem ter adoçantes, corantes, conservantes e outros aditivos. Esse tipo de produto possui cerca de 30% de suco original da fruta.

Quanto mais ácida, mais água. No néctar de maracujá, por exemplo, a quantidade é de 10%. Já no de manga, 50%.

SUCO

É o mais saudável. Eles têm em sua composição apenas ingredientes naturais presentes nas próprias frutas e vegetais, além de não conterem aromatizantes, corantes artificias .É possível encontrar no mercado boas opções de suco 100% fruta em embalagem de caixinha, já pronto para o consumo. São, portanto, uma alternativa prática e saudável para o dia a dia.

Por isso, suco custa um pouco mais do que néctar, que por sua vez é mais caro do que refresco, que tem menos fruta.

O suco de caixinha não tem conservantes . As frutas presentes nos sucos de caixinha passam por um processo chamado UHT (Ultra High Temperature: Temperatura extremamente alta), que protege os aromas e nutrientes do produto – evitando o acréscimo de corantes e aromatizantes.

Qual devemos consumir ?

O tipo mais comum encontrado nos supermercados não é o suco, mas o néctar de frutas. De acordo com a Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), os fabricantes de bebidas só podem chamar de suco os produtos que tiverem cerca de 50% de polpa, a parte comestível da fruta. Já o néctar de frutas, que não tem nada a ver com flores, é mais doce e tem entre 20% e 30% de polpa de frutas – bem menos do que o suco.

Não tenha dúvidas, que a opção mais completa e saudável (depois da fruta in natura) é o suco natural. Com nutrientes e enzimas em atuação máxima, especialistas inclusive recomendam que ele seja consumido nos primeiros 20 minutos. Mas não exagere na quantidade!

Os sucos podem ser opções interessantes nutricionalmente, mas não devem substituir a fruta da alimentação diária.

A segunda opção saudável é a polpa de fruta . Mas atenção : há perda de 40 a 50% dos nutrientes totais da fruta. Um exemplo é o suco de acerola, que é rico em vitamina C, mas a polpa só conserva 60% dessa substância.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s