Leite in natura é mais saudável do que o da caixinha ?

O leite cru é aquele que não foi submetido a homogeneização e processo térmico (pasteurização ou UHT) para redução/eliminação de bactérias . No Brasil, sua venda direta ao consumidor final é proibida, mas há países onde tal prática é permitida: nos EUA, por exemplo, há estados que permitem a sua comercialização.

Seria o leite cru uma forma melhor do que aquele vendido na caixinha ? Muitas mães acreditam que sim! Além de não conter aditivos químicos , este leite ( poderia ) conter bactérias benéficas ao nosso organismo , que atuariam na melhora da imunidade e da digestibilidade .

Com o aumento do consumo do leite in natura nos Estados Unidos , a Academia Americana de Pediatria se posicionou contrária ao consumo de leite cru proveniente de vacas, cabras e ovelhas, principalmente, por mulheres grávidas e crianças, alegando não haver evidências científicas suficientes para comprovar o benefício do consumo de leite cru e reiterando os riscos deste hábito.

No Brasil, ele é consumido principalmente em zonas rurais. Por mais que o leite tirado na hora tenha a fama de ser um alimento forte e completo, sem as medidas corretas de higiene ele pode ser tornar um veneno.  Segundo os especialistas , o consumo de leite cru pode provocar doenças nos seres humanos. São problemas causados por bactérias hospedadas na vaca ou no ser humano que manipula o animal durante a ordenha e o contamina.

Doenças transmitidas pelo leite

O leite pode ser contaminado com microrganismos como, por exemplo, Salmonella, E. Coli, Campylobacter, Listeria e seu consumo pode ocasionar toxinfecções alimentares, sobretudo em crianças, idosos e pessoas imunodeprimidas. Por isole-se não é indicado para o consumo , principalmente para crianças .

Diarréias e vômitos

Uma das doenças mais freqüentes na vaca é a mastite, uma inflamação nas tetas. Causada pela bactéria Staphylococcus aureus, provoca intoxicação alimentar em quem consome o produto infectado.Quem consome a bebida assim, sofre com cólicas, diarreia e vômito. 

Outra bactéria que pode provocar graves problemas de saúde é a Salmonella. Ela tem origem nas fezes de aves e pode chegar ao gado por meio da ração ou do capim contaminado. A pessoa que bebe o leite sofre de um grave distúrbio gastrointestinal e pode ficar dias com fortes cólicas abdominais, diarreia e vômito.  A recuperação se dá num espaço de cerca de uma semana. Também os coliformes fecais (Escheria coli diarrogênicos) podem contaminar o leite. Estão presentes nas fezes humanas ou animais e até no ambiente. Em geral, a presença excessiva de coliformes indica falta de higiene na ordenha.

Meningite

Crianças com imunidade baixa devem ter muito cuidado, em especial com a Listeria monocytogenes, que pode ter consequências gravíssimas.  Ela provoca a Listeriose, doença que, em organismos imunodeprimidos, pode ter como consequências meningite e septicemia – uma infecção geral no organismo. Em gestantes, pode causar parto prematuro ou aborto no início da gravidez.

Tuberculose

Até a tuberculose pode ser transmitida pela ingestão de leite cru . Nas crianças a forma mais comum é a tuberculose sistêmica , incluindo os casos de meningite .

Tomo leite tipo A,B ou C?

Muitas pessoas acreditam que a classificação do leite em A, B ou C é relativa à quantidade de nutrientes. Na verdade, tem a ver com o processo de ordenha e pasteurização.

• O leite tipo A é ordenhado mecanicamente e pasteurizado no mesmo local. Há menos chance de contato com ambientes contaminados. Mais indicado para o consumo das crianças .

• O tipo B é ordenhado manual ou mecanicamente e transportado para ser pasteurizado em outro local, porém em caminhão resfriado.

• O tipo C normalmente é ordenhado manualmente e transportado em tonéis. É o tipo de leite em que contaminações são mais prováveis. Até a chegada do produto no tonel, esse leite pode ter ficado, por exemplo, no sol, proliferando bactérias. Apesar de ter menos rigidez no processo, o leite também é seguro porque passa pelo processo de pasteurização. De todos é o que apresenta a maior quantidade de bactérias e menor valor nutricional .

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s