Devemos ter medo de usar bombinha para asma ?

No passado a bombinha para asma esteve associada a casos de morte súbita e a problemas cardíacos . Por isso é muito comum o medo em utilizá-las , pois o seu uso é recheado de histórias e mitos.

Primeiro precisamos esclarecer o que é uma bombinha. Naquele frasco pressurizado é possível colocar vários tipos de medicamento para tratamento de doenças respiratórias. Quando a medicação é liberada, o jato tem uma quantidade bastante precisa do medicamento e tem a capacidade de atingir profundamente os pulmões. Por isso , devemos encarar a bombinha como um inalador muito eficiente para levar medicamentos aos pulmões.

Por que devemos usar bombinha ?

Crianças com quadros de tosse crônica ou asma fazem uso de xaropes com muita frequência e estão sujeitos a diversos efeitos colaterais devido ao excesso de medicação . A bombinha tem , além da praticidade do uso , um efeito mais rápido e local , pois a medicação é feita pela via respiratória , diretamente ao pulmão .

O tratamento é feito com doses bem pequenas de medicação por via inalatória. Utilizamos as bombinhas para administrar medicamentos com facilidade e eficiência , com menor efeito colateral .

O que tem na bombinha ?

Os broncodilatadores são medicamentos muito utilizados no tratamento da asma. São medicamentos que literalmente abrem os brônquios para facilitar a passagem do ar. São muito eficientes, mas podem causar um aumento dos batimentos cardíacos. Esse efeito é muito bem tolerado nas crianças e não contraindica o uso desses medicamentos, mesmo em pacientes com problemas cardíacos , pois é transitório .

 Os corticoides também estão presentes nas bombinhas. São substâncias que imitam a ação de hormônios produzidos em nosso corpo e que têm ação anti-inflamatória.

Em pessoas que têm asma, as células das vias respiratórias reagem de maneira desproporcional a fatores irritantes, como a poeira. Para se defender dessas agressões, os tubos que levam ar aos pulmões, os brônquios, ficam contraídos e há mais produção de muco, na tentativa de barrar os invasores. O resultado é falta de ar.

Por isso, os especialistas receitam corticoides para controlar crises de asma e, de maneira preventiva, diminuir o nível de vigilância e reação das células das vias respiratórios.

Asma e bronquite são a mesma coisa?

Sim. A asma é uma doença que tem muitos apelidos: bronquite, bronquite alérgica, bronquite asmática, broncoespasmo. Mas o nome correto é asma. Se a criança tem episódios de tosse, chiado no peito ou falta de ar que acontecem na virada do tempo, junto com resfriados, quando faz exercício físico ou piora na madrugada, é muito provável que seja asmática.

Isso acontece porque existe uma predisposição alérgica na família, as vias aéreas ficam inflamadas e sensíveis aos mais variados estímulos do ambiente: ar seco, poluição, vírus respiratórios, poeira, mofo, pólen e até alimentos. Quando acontecem esses estímulos as vias aéreas se fecham e produzem secreção.

 Mas a bombinha vicia?

Não. Se o paciente tem asma ele precisa de tratamento. O tratamento é contínuo e prolongado. A ideia é controlar a inflamação que existe nas vias aéreas e torná-las menos sensíveis aos estímulos do ambiente.

Como o tratamento é prolongado, existem bombinhas para uso diário, como qualquer outro problema de saúde de evolução crônica. Assim, usar bombinhas todos os dias não significa que seu filho está viciado nelas, significa apenas que está tratando uma doença pulmonar de forma rápida e segura, mandando o medicamento diretamente aos pulmões.

A criança precisará usar a bombinha para o resto da vida?

Muito provavelmente, não. A história natural da asma é de evoluir com melhora com a idade. O paciente, apesar de continuar alérgico, deixa de apresentar sintomas pulmonares e consegue permanecer longos períodos sem necessidade de tratamento.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s