Remédio para asma está associado a surtos psicóticos

Uma classe de medicamentos para asma tem preocupado autoridades de saúde : o montelucaste. A medicação estaria associada a episódios de depressão e até pensamentos suicidas em crianças.

Asma é a doença crônica mais comum na infância e se não tratada , é responsável por muitas faltas escolares, idas a pronto-socorros e internações. Quem tem asma possui os brônquios mais sensíveis do que o habitual. Por isso, diversos fatores como cheiros fortes (desinfetantes, tintas etc), cigarro, poeira, mudanças bruscas de clima e infecções virais (gripes, resfriados) irritam esses brônquios mais sensíveis, que acabam inflamando e fechando e levando aos sintomas da crise de asma que são tosse, chiado no peito e dificuldade para respirar.

O montelucaste tem ação anti-inflamatória nos brônquios , melhorando os sintomas das ama . Usado como tratamento preventivo e coadjuvante as populares “bombinhas”, seu uso vem sendo associado a muitos efeitos colaterais do sistema nervoso.

Segundo informações dos órgãos de saúde pública na Austrália , entre 2000 e 2016, foram relatados 90 casos de pacientes com efeitos colaterais neuropsiquiátricos, dos quais oito estavam relacionados a pensamentos suicidas e outros oito a depressão grave em crianças que tomavam algum medicamento com esse princípio ativo.

Apesar das histórias serem assustadoras, especialistas alegam que não há motivo para alarde . No Brasil não há relatos de casos tão graves. Apesar do risco existir, esse efeito colateral é bem raro, sendo que as reações mais comuns após o uso desse medicamento são sonolência e dores de cabeça.

A agência de vigilância americana ( Food and Drugs Administration – FDA ) vem alertando profissionais de saúde sobre uma possível associação entre o uso de inibidores de leucotrienos e eventos neuropsiquiátricos desde 2008. São relatos de agitação, agressividade, alucinações, depressão, irritabilidade e até eventos suicidas em crianças .

Recentemente a FDA reuniu seu Comitê Consultivo em Pediatria sobre o assunto, e a conclusão foi a de que os profissionais devem ser alertados sobre os efeitos colaterais , pois muitos médicos não estão cientes ou não comunicam o risco de eventos neuropsiquiátricos aos pacientes.

No Brasil , este tipo de medicação tem a descrição dos efeitos colaterais em bula , conforme determinação da Anvisa : …” alterações de comportamento e humor , agitação , inclusive comportamento agressivo ou hostilidade , depressão, desorientação , alucinações , insônia , irritabilidade , sonambulismo, pensamentos e atos suicidas “… . O seu consumo segue sem restrições .

A maioria dos pediatras – eu inclusive – já usou e usa montelucaste. É uma droga importante e eficaz. Mas como todas as outras, tem riscos – mesmo que sejam raros, esses efeitos colaterais são graves. Para minimizá-los, basta usar os remédios apenas quando são indicados.

Quem usa deve parar ?

O objetivo deste post não é de forma alguma causar alarde ou pânico , principalmente para os pais de crianças em uso desta medicação . Já escrevi sobre diversos efeitos colaterais de medicações como corticoides , anti-inflamatórios , antibióticos e ainda continuo prescrevendo aos meus pacientes .

O objetivo dessa página não é, de forma nenhuma, gerar dúvidas ou ocupar o lugar de um profissional de saúde: é apenas comentar e alertar sobre questões importantes para as famílias e criticar certos aspectos da prática médica que precisam ser reformulados.

Todos os remédios tem efeitos colaterais, em geral raros. Quase tudo em medicina é uma questão de risco versus benefício. Como escrevi diversas vezes: se seu filho usa porque precisa, está certíssimo continuar. Mas devemos sempre ter cautela ao usar uma medicação : na mão de quem não sabe , pode virar veneno .

Por isso , nunca use medicação por conta própria .

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s