Vacina de sarampo é permitida para alérgico ao leite de vaca ou ovo ?

Devido ao surto de sarampo que está acontecendo no estado de São Paulo, a recomendação oficial é atualizar a carteira de vacinação para prevenir a doença. Essa orientação serve não só para as crianças, como também adolescentes e adultos.

A vacina do sarampo é tríplice , ou seja , previne contra 3 doenças : sarampo, caxumba e rubéola. Segundo a recomendação oficial, por ser de alto contágio, é preciso que pelo menos 95% das pessoas tenham sido vacinadas no Brasil para que o sarampo não se espalhe. Caso contrário, basta ter uma única pessoa não vacinada em uma cidade para que o vírus trazido por um infectado consiga chegar a ela. 

A primeira dose da vacina tríplice viral deve ser ministrada aos 12 meses de idade. Aos 15 meses, uma dose da vacina tetraviral (sarampo, caxumba, rubéola e varicela), que corresponde à segunda dose da vacina tríplice e uma dose da varicela. Caso haja atraso na vacinação, crianças até quatro anos de idade ainda poderão receber a vacina com o componente varicela.

Casos suspeitos de sarampo, gestantes, crianças menores de 6 meses de idade e imunocomprometidos não devem receber a vacina. A gestante deve esperar para ser vacinada após o parto. Quem está planejando engravidar, deve primeiramente colocar a vacinação em dia e aguardar pelo menos um mês após a última dose.

E os alérgicos ao leite e ao ovo ?

O Ministério da Saúde orientou há cerca de 4 anos atrás às secretarias estaduais e municipais de saúde para evitar vacinar com a tríplice viral (sarampo, rubéola e caxumba) crianças com histórico de alergia a leite de vaca, devido à presença de traços de lactoalbumina encontrados no lote produzido pelo laboratório Serum Institutte of India Ltd.

No ano seguinte , em 2015 , o laboratório da fundação Osvaldo Cruz passou a produzi-las e as crianças alérgicas a proteína do leite de vaca voltaram a ser imunizadas . Portanto , não há nenhuma restrição da vacina tríplice aos alérgicos a proteína do leite de vaca .

E quanto ao ovo ?

Segundo a ASBAI ( Associação Brasileira de Alergia e Imunologia ) , a vacina tríplice viral apresenta quantidades desprezíveis de proteína de ovo. Em muitos estudos, pessoas com alergia ao ovo, mesmo aquelas com hipersensibilidade grave, tiveram risco insignificante de reações anafiláticas. Portanto, não há contraindicação ao uso da vacina tríplice ou tetra viral em pacientes com história de alergia grave ao ovo. Testes cutâneos com a vacina não estão recomendados.

Alguns profissionais de saúde orientam a ingesta do ovo antes da aplicação da vacina , mas isso não é necessário . Ao contrário da vacina da febre amarela , que apresenta grande concentração de ovo , a do sarampo não tem .

Lembre-se : o sarampo pode ser grave, com acometimento do sistema nervoso central e pode complicar com infecções secundárias como pneumonia e até à morte. As complicações atingem mais gravemente os desnutridos, os recém-nascidos, as gestantes e as pessoas portadoras de imunodeficiências.

Vacine-se.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s