Surto de sarampo , socorro !

O Brasil registra 1.680 casos de sarampo no país em 88 municípios e os bebês abaixo de 1 ano são as maiores vítimas, de acordo com balanço divulgado pelo Ministério da Saúde nesta terça-feira (20). Desse total, 1.662 ocorrências foram registradas no Estado de São Paulo, o que equivale a 98,9% dos casos no país.

A faixa etária mais acometida é a dos menores de 1 ano de idade, porque a criança ainda não recebeu uma dose da vacina.Depois das crianças, outra faixa etária afetada é a de jovens entre 15 e 29 anos. Não há mortes confirmadas. 

O maior problema, no entanto, envolve as crianças, que têm o sistema imunológico mais frágil. Entre elas, quadros de pneumonia, convulsões e morte são mais comuns.

O sarampo está longe de ser uma doença leve, como às vezes se propaga nas redes sociais. Antes do surgimento da vacina e das campanhas , ele foi uma das principais causas de mortalidade infantil no mundo.

Tomei a vacina, estou protegido ?

A proteção conferida pela vacina é alta. Mais de 90% dos sujeitos que recebem as duas doses criam um bloqueio duradouro contra o vírus.

Fora isso, ela é segura. E, mesmo nos poucos casos em que gera reações adversas, pode ter certeza: eles são bem menos preocupantes do que a doença em si.

Crianças que já receberam as duas doses da vacina não precisam tomar uma terceira dose . Já adolescentes acima de 15 anos e adultos sem comprovação vacinal , devem tomar uma dose extra.

E os bebês menores de 6 meses?

Se a mãe se vacinou ou pegou sarampo alguma vez na vida, terá anticorpos contra ele. E essas unidades de defesa passam para o filho através do aleitamento materno.

Para reduzir o risco de contrair sarampo , às mães devem evitar lugares aglomerados ( igrejas , shopping , festinhas de aniversário) e principalmente o pronto atendimento .

Sintomas

O primeiro sinal da doença geralmente é a febre alta, que começa entre 10 e 12 dias após a exposição ao vírus e dura de 4 a 7 dias. Na fase inicial, o paciente pode apresentar secreções no nariz (“nariz escorrendo”), tosse, olhos vermelhos e aquosos.

Após vários dias, surge o exantema (erupção cutânea), geralmente no rosto e na parte superior do pescoço. Durante aproximadamente três dias, essas erupções na pele se espalham, atingindo eventualmente as mãos e os pés. O exantema dura de cinco a seis dias, desaparecendo em seguida.

Por que é grave ?

A doença não tem cura . A maioria das mortes por sarampo ocorrem por complicações associadas à doença. São mais frequentes em crianças menores de cinco anos ou em adultos com mais de 30 anos. As complicações mais graves incluem cegueira, encefalite (infecção acompanhada de edema cerebral), diarreia grave (que pode provocar desidratação), infecções no ouvido ou infecções respiratórias graves, como pneumonia.

Por que estamos com surto de sarampo ?

Não há estudo que comprove que haja mutação do vírus e nem evidência de falha vacinal. A disseminação da doença está associada a falta de vacinação , em grande parte , decorrente de grupos anti-vacinas espalhados pelo Brasil .

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s