Já levou seu filho ao oftalmologista ?

Muitos pais têm dúvidas quanto à primeira consulta com oftalmologista . O primeiro exame nos olhos da criança é realizado assim que ela nasce. É o chamado teste do olhinho. Este teste não verifica se o bebê enxerga ou não . Trata-se de um teste de triagem para doenças graves , como catarata congênita, cicatriz na córnea e até mesmo tumores.

O olho é o órgão que mais se desenvolve dos 12 primeiros meses aos 7 anos . Por isso, o diagnóstico precoce de qualquer patologia é fundamental. Se o olho for privado de receber nitidez por conta de alguma doença , dificilmente terá chance de se desenvolver plenamente após essa idade.

Qual a idade para a primeira consulta?

Não há consenso da primeira consulta . Diagnosticar doenças oculares na infância é muito difícil, por isso é importante que os pequenos façam a primeira consulta com este profissional até os três anos de idade. A segunda visita pode ser entre cinco e seis anos. 

Mas e se a criança ainda não sabe falar ?

Não tem problema! A criança não precisa contribuir em nada na consulta para que possamos diagnosticar qualquer alteração ou grau. O exame depende exclusivamente da experiência do oftalmologista. Existem meios de examinar e avaliar a acuidade visual mesmo de bebês, quando necessário. Conseguimos ainda avaliar o grau, o fundo de olho, a pressão ocular, tudo sem que a criança precise informar.

Como suspeitar que meu filho tem algum problema de visão?

Alguns sinais e sintomas podem ser um alerta para alterações visuais. Uma criança que cai ou esbarra nas coisas com muita frequência, que pisca em excesso, que apresenta muita sensibilidade à claridade, que coça muito os olhos, que se aproxima demais para assistir televisão ou que se queixa com frequência de dor de cabeça pode estar com alguma alteração ocular. No entanto, na maioria das vezes, a criança não tem queixa alguma e é exatamente por isso que frisamos a importância de uma consulta de rotina com o oftalmologista

Quais os problemas de visão mais comuns?

Cerca de 10 a 20% das crianças em idade escolar usarão óculos. Os problemas de refração mais comuns são a miopia e a hipermetropia.

Na miopia a visão mais distante fica afetada , embaçada . Já na hipermetropia é o contrário , fica alterada a visão de objetos próximos.E o astigmatismo? Neste caso a visão fica duplicada , para perto ou longe. A criança geralmente começa lendo em uma linha e termina em outra.

A criança com dificuldade de visão geralmente é mais dispersa , distraída e não se interessa muito pela leitura ou pela lousa. Estima-se que cerca de 57% dos casos de hiperatividade e mal comportamento na escola esteja associado ao fato da criança não conseguir ver adequadamente.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s