Por que meu filho vive resfriado?

O resfriado é uma infecção das vias respiratórias superiores, causada por vários tipos de vírus. O modo de contágio mais comum é através de gotículas de saliva — quando alguém espirra, libera as gotículas no ar, e elas são aspiradas por outra pessoa. O vírus também pode ser transmitido pelo contato das mãos e objetos pessoais .

Por isso é tão comum que crianças , ao entrar na creche ou na escolinha fiquem mais doentes . Há mais circulação de vírus devido à aglomeração de crianças e o sistema imunológico ainda está em desenvolvimento . Imagine que para uma criança se tornar imune a uma “virose” ela deve contrair a doença ou tomar a vacina específica . Mas existem mais de 200 tipos de micro-organismos e seu filho só consegue lidar com 1 germe de cada vez .

Em média, crianças pegam entre seis e dez resfriados por ano. Isso mesmo! E, frequentando a escola ou creche, o número de resfriados pode chegar a 12 ao ano. Por isso seu filho não passa mais de duas semanas sem o nariz estar escorrendo.Já os adultos pegam entre dois e quatro resfriados ao ano.

O que fazer ?

A primeira medida seria manter a criança fora da escola até completar 2 anos de idade . A vacinação em dia e o aleitamento materno também contribuem e muito para a imunidade do bebê .

Outras dicas :

• Evite ir ao Pronto Atendimento : procure sempre seu pediatra – pois assim o uso de antibióticos e medicações desnecessárias é menor . O foco é a prevenção da doença .

• vitaminas e suplementos : existem várias opções no mercado e o que funcionou para o seu sobrinho não necessariamente irá funcionar para a sua filha . Converse com o seu pediatra.

• alimentação : frutas e verduras com boa variedade deveria ser uma regra , mas infelizmente hoje é exceção . Não adianta dar remédio se o seu filho se alimenta mal .

• ambiente : não podem ter contato com fumantes e a casa deve sempre estar limpa , com ambientes ventilados e livres de tapetes e cortinas ( acumulam poeira).

Vale a pena tomar alguma vitamina para ajudar ?

Sim! Mas esqueça a boa e velha vitamina C. Estudos mostram que não há eficácia nenhuma complementar esta vitamina para se proteger de gripes e resfriados .

vitamina D : Uma pesquisa japonesa, que contou com a participação de 340 crianças , observou que os riscos de contrair gripe diminuiu no grupo que ingeriu o suplemento de vitamina D .

zinco : O efeito da suplementação de zinco sobre o sistema imunológico apresenta bons resultados em crianças, aumentando o controle de diarréias e infecções respiratórias, bem como favorecendo uma rápida recuperação das funções do sistema imune em casos de pneumonia .

Betaglucana : Substância presente em vários alimentos , possui vários estudos que comprovam a redução de até 25% dos quadros gripais em pacientes saudáveis , além de reduzir o risco de infecções pós operatórias e encurtar o tempo de infecções.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s