Uso de medicações a base de plantas naturais tem aprovação da Anvisa

Segundo o Ministério da Saúde, cerca de 82% da população brasileira utiliza produtos a base de plantas medicinais nos seus cuidados com a saúde. Em 2016, o Ministério da Saúde (MS) informou que em dois anos houve um aumento de 160% na procura por esse tipo de remédio na rede pública de saúde, o SUS. 

Devido à importância da fitoterapia para a saúde pública, o Ministério da Saúde desenvolveu a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) no Sistema Único de Saúde, validando o uso das plantas medicinais como terapia segura.

Hoje, esses medicamentos já são codificados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e reconhecidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

Na resolução da Anvisa RCD 10/20104 , os medicamentos fitoterápicos de interesse público podem ser solicitados pelas secretarias estaduais e municipais de saúde através de licitação pública. Os remédios pode ser distribuídos, de acordo com a necessidade de cada região.

Nesta lista , estão incluídos itens conhecidos da população , como o picão ( para tratamento da icterícia ) , arnica ( para traumas e contusões ) e calêndula para queimaduras . São plantas conhecidas por muitas gerações e que desde de 2010 podem estar disponíveis nas farmácias municipais para tratamento da população .

Veja a lista completa em http://www4.anvisa.gov.br/base/visadoc/CP/CP%5B26836-1-0%5D.PDF

O que é um medicamento fitoterápico?

De acordo com a Anvisa, o medicamento fitoterápico é um remédio produzido a partir de vegetais ou plantas medicinais com alguma ação terapêutica.

Eles também são caracterizados por dispor de um conjunto de princípios ativos que são conseguidos a partir de partes de plantas, como raízes, folhas e sementes. Por esse motivo, na fórmula de um fitoterápico é comum encontrar outros ingredientes naturais, como cera de abelha e óleos vegetais. Eles podem ser apresentados em diversas formas: cápsula, creme, gel, xarope.

Recentemente escrevi um artigo sobre o picão e alguns leitores criticaram o post , por estar “propagando técnicas de terapia não aprovadas”.

Ora , tanto o Ministério da Saúde quanto a Organização Mundial de Saúde reconhecem este tipo de medicação , vindo da cultura popular , como benéficos a saúde .

Plantas e saúde

Na resolução da Anvisa , foi realizada uma padronização de dose e diluição , de muitos remédios caseiros da cultura popular . Como sou adepta deste tipo de medicação , separei algumas para você :

Calêndula : eficaz para queimaduras .

– Infusão 4g(1a 4 col chá) em 150 mL (xic chá). Realizar compressa 3 x ao dia .

capim cidreira : sedativo leve e bom remédio para cólicas .

– Infusão 3g (1 a chá de 2 a 3 3 col x ao dia chá) . Tomar por via oral.

eucalipto : gripes e resfriados .

– Infusão: 2g (col sobreme sa) em 150mL (xíc de chá) . Fazer inalação 3 x ao dia .

camomila : sedativo leve e anti-inflamatório.

– Infusão: 6-9g diluído em 150 ml de água . Usar como bochecho ou compressa .

guaco : gripes e resfriados .

– Infusão : 1 col café) pó planta seca em 150 mL. Tomar 1 xícara de chá 3 x ao dia .

quebra pedras : cálculo renal .

– Infusão : 3g (1 col sopa) em 150 mL (xic chá). Tomar 1 xícara 2 a 3 x ao dia .

Atenção !

Não use nenhum tipo de remédio por conta própria ou substitua um tratamento convencional por um fitoterápico sem o conhecimento do seu médico .

Medicações a base de plantas possuem uma menor incidência de efeitos colaterais e são mais baratos , sendo uma boa alternativa para a população mais carente . Mas , não resolvem ou curam todas as doenças e não devem ser utilizados de forma inadequada .

Fica a dica .

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s