Atividade esportiva x coronavírus

O mundo passa por um delicado momento enfrentando a pandemia do COVID-19, uma doença respiratória causada pelo coronavírus. Praticamente todos os países do mundo já tiveram casos de contaminação e mortes confirmadas nos últimos meses devido ao vírus.

A rotina de toda população mundial foi alterada e o esporte também sofre os efeitos da pandemia. Aulinhas de natação canceladas, quadras fechadas e crianças confinadas sem nenhuma atividade física .

Mas com a flexibilização da quarentena em muitos estados , fica a questão : será seguro deixar meu filho voltar para a escolinha ?

Natação

Segundo a Organização Mundial de Saúde, o cloro é um material que serve para a desinfecção de substâncias em superfícies. Essa substância tem papel importante contra fungos, bactérias e outros microorganismos. Ela garante a limpeza da água, além do controle do pH.

Não há registros de transmissão do coronavírus pela água.

Segundo especialistas em ciências farmacêuticas, as características do Covid-19 fazem com que ele seja sensível ao cloro usado nas piscinas. A quantidade aplicada na água é mais que suficiente para romper as membranas que envolvem o vírus e assim, eliminá-lo.

Então, meu filho está seguro nas piscinas?

A resposta para essa pergunta é: depende. Para os nadadores, os principais cuidados não são em relação à água, e sim ao contato em lugares contaminados.

Pode ser um corrimão, a borda, ou mesmo algum material compartilhado, como prancha e toalhas. Se alguém contaminado tocar ou espirrar sobre eles, podem virar um novo meio de transmissão. A transmissão do coronavírus também pode acontecer ao tocar em alguma superfície que foi contaminada por gotículas.

As aulas devem ter redução do número de alunos por período na piscina e não somente por raia .

A escolinha deve fornecer protetor facial ( shield) aos professores que ficam na água e não permitir que alunos compartilhem pranchas ou toalhas . Bebedouros não devem ser utilizados e banhos na saída da piscina , suspensos .

Tênis

Esporte praticado ao ar livre , individual , sem contato físico , pode ser praticado sem nenhuma restrição . Só fique atento ao uso de máscaras ao entrar e sair da quadra e não utilizar bebedouros ou compartilhar garrafinhas de água .

Futebol , vôlei e judô

Modalidades como basquete, vôlei e handebol, por envolverem uma bola que passa pela mão de diversas pessoas, não são recomendadas.
— Além de evitar o contato físico, as pessoas precisam cuidar o contato com a bola. Se ela puder ser tocada por diversos jogadores, existe o risco de transmissão do vírus

O mesmo vale para o judô e lutas marciais . Praticado em ambiente fechado , com intenso contato físico , o risco de contrair a doença é muito alto .

Já o futebol , praticado ao ar livre e com a bola no chão , oferece um risco bem menor , sendo até liberado para os jogadores profissionais . Ainda assim, os infectologistas ressaltam que é preciso seguir os processos básicos de higiene, como lavar as mãos regularmente, não levá-las ao rosto e cobrir espirros com o antebraço.

Use o bom senso e avalie sempre como a escolinha do seu filho está realizando as medidas preventivas .

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s