Umidificador : vilão ou mocinho ?

O tempo seco e a baixa umidade do ar, junto com a poluição, favorecem infecções, ardência e ressecamento dos olhos, boca e nariz, principalmente em crianças. O ar seco desidrata as mucosas do nariz, garganta e faringe, o que pode levar à inflamações e agrava significativamente o quadro de doenças respiratórias, como rinite e asma.

Uma boa alternativa são os umidificadores de ar que, desde os modelos mais simples, podem trazer benefícios à saúde, mas é muito importante saber usá-los corretamente.

Aparelhos que umidificam o ar podem ajudar quem sofre com tempo seco, mas não devem ser usados de forma indiscriminada em casa.

Será que faz mal à saúde ?

A questão é qual deve ser o nível de umidade ideal e como alcançá-lo. Do ponto de vista médico, recomenda-se que a umidade do ambiente da casa, especialmente onde a criança se encontra, seja mantida entre 30% e 40%.

Quando o aparelho fica ligado por períodos longos causa um excesso de umidade, o que pode trazer mais problemas do que o alívio, uma vez que os fungos e bactérias se proliferam em alta umidade.

Mas como saber se o nível de umidade está ideal para o ambiente?

A melhor maneira de fazer isso é por meio de um higrômetro. Existem no mercado alguns modelos de umidificadores de ar que já vem com um higrômetro integrado, então você pode levar esse detalhe em consideração na hora de escolher o seu.

A opção mais prática é ligar o aparelho com antecedência de três a quatro horas e, quando for deitar-se , desligá-lo . Caso opte por dormir com o equipamento ligado, mantê-lo na intensidade mínima durante à noite e deixar uma porta aberta do ambiente para o escape do excesso é fundamental para ter os efeitos benéficos.

Alguns equipamentos disponíveis no mercado possuem funções como o temporizador, desligando automaticamente o umidificador após o tempo selecionado .

Uso água da torneira ?

Use água filtrada

A água usada precisa ser filtrada e a lavagem do recipiente feita diariamente, para impedir que haja contaminação e que os microorganismos se espalhem pelo ar. Utilize sabão neutro e um pano ou esponja, e depois seque bem. Toda umidade retida no aparelho também vira um foco de fungos e outros microrganismos que serão jogados no ar e provocar problemas caso não seja feita a higienização.

É importante não encostá-lo em uma parede , próximo a cortinas ou em um móvel para evitar a proliferação de mofo.

Dicas para escolher e utilizar um umidificador de ar

• Compare a capacidade do tanque de água, sua autonomia e seu sistema de funcionamento. Os modelos de vapor quente são mais econômicos, porém apresentam a desvantagem de aumentar a temperatura do ambiente e o aquecimento do aparelho pode ocasionar queimaduras em crianças .

• Observe a estrutura do aparelho, pois em muitos deles não é possível retirar o reservatório de água para limpeza, o que é um grande problema, pois ali podem surgir fungos e bactérias.

• Considere se tem um higrômetro ou temporizador integrado.

• Evite aparelho com um grande reservatório : dificulta a limpeza e o uso ( não fique acrescentando água – você deve trocá-la diariamente ). Opte por dispositivos menores e espalhe pelos quartos .

2 comentários

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s